Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Título:  Readmissão dos doentes dependentes no serviço de urgência: estudo de alguns factores
Autores:  Rita Margarida Dourado Marques
Orientadores: 
Recebido para publicação:  2010-01-04
Aceite para publicação:  2011-02-19
Secção:  Artigo
DOI:  10.12707/RII1004
Facebook Twitter LinkedIn

Resumo
Contexto: A readmissão dos doentes dependentes nos serviços de urgência é uma realidade na nossa sociedade estando frequentemente associada a dificuldades sentidas pelos cuidadores no domicílio. Objectivos: Determinar a taxa de readmissão dos doentes dependentes e os factores relacionados com essa readmissão. Métodos: Neste estudo quantitativo analítico, aplicámos uma entrevista a 107 doentes dependentes e respectivos cuidadores que recorreram ao serviço de
urgência de um Hospital Central de Lisboa, entre os meses de Abril a Julho (inclusivé) e uma entrevista telefónica um mês após a alta hospitalar. Resultados: Cerca de 28% dos doentes inquiridos regressaram ao hospital antes dos 28 dias após a alta (readmissão). Os doentes idosos e viúvos foram os mais readmitidos no serviço de urgência, ao invés dos doentes mais
dependentes. Dificuldades de ordem económica, na realização de tarefas domésticas e na prestação de cuidados directos ao doente foram as mais referidas pelos cuidadores. Conclusão: A falta de informação e a prestação de cuidados directos ao doente são dificuldades muito verbalizadas pelos cuidadores, pelo que, os enfermeiros desempenham um papel crucial na preparação do regresso a casa e aquisição de competências para o cuidar.

Palavras-chave
dependente; cuidador; readmissão; urgência.
Texto integral
Total: 1 registo(s)
Artigo em PDF
Página 1 de 1


[ Detalhes da edição ]