Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Título:  Erros de medicação reportados pelos enfermeiros da prática clínica
Autores:  Cidalina da Conceição Ferreira de Abreu*; Manuel Rodrigues**; Maria Paula Barbas Albuquerque Paixão***
Orientadores: 
Recebido para publicação:  2012-12-22
Aceite para publicação:  2013-04-05
Secção:  Artigo de Investigação
Ano:  2013
DOI:  10.12707/RIII1301
Facebook Twitter LinkedIn

Resumo
Contexto: Nos Estados Unidos, mais de 7000 doentes morrem por ano devido a erros de medicação. Estes dados incluem os erros derivados da ação de enfermagem. Objetivo: Identificar erros de medicação reportados por enfermeiros Portugueses. Metodologia: Estudo descritivo misto, qualitativo e quantitativo. A amostra é constituída por 511 participantes, selecionada de forma aleatória dos hospitais da Região Centro de Portugal. Neste estudo, é analisada a primeira questão do questionário “Decisões e atos de enfermagem inadequados. Resultados e discussão: Encontraram-se 14 categorias, sendo analisada apenas a categoria “Administração Segura de Medicação”, com 511 unidades de registo. Os erros de medicação mais relevantes reportados encontram-se nas subcategorias “Preparação de Medicação”, com 112 unidades de registo e “Administração de Medicação” com 399. A maior percentagem de erros reportados na preparação de medicação refere-se à inadequada diluição (n=80: 15,66%) e seleção errada do medicamento prescrito (n=30: 5,87%).Os erros de administração de medicação são essencialmente relacionados com a seleção errada do doente (n=322: 63,01%). Conclusão: A “Administração Segura de Medicação” é uma categoria relevante que emerge dos erros reportados. Em continuidade do estudo pretende-se analisar as causas, assim como, os processos de decisão que os enfermeiros tomam na prática clínica, em consequência dos erros cometidos.

Palavras-chave
medicação; erros; segurança do doente; enfermagem.
ABREU, C. (2012) - O erro humano no contexto dos cuidados de enfermagem. In Enfermagem: de Nightingale aos dias de hoje 100 anos. Coimbra : Unidade de Investigação em Ciências da Saúde. Escola Superior de Enfermagem de Coimbra. p. 247-263. (Série Monográfica Educação e Investigação ; 1)
ANSELMI, M. ; PEDUZZI, M. ; SANTOS, C. (2007) - Errors in the administration of intravenous medication in Brazilian hospitals. Journal of Clinical Nursing. Vol. 16, nº 10, p. 1839-1847.
BARDIN, L. (2009) - Análise de conteúdo. 4ª ed. Lisboa : Edições 70.
BELELA, A. ; PETERLINI, M. ; PEDREIRA, M. (2011) - Erros de medicação- Definições e estratégias de prevenção. São Paulo : Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo. Rede Brasileira de Enfermagem e Segurança do Paciente- Polo São Paulo.
BENNER, P. ; MALLOCH, K. ; SHEETS, V. (2010) - Nursing pathways for patients safety. Missouri : Mosby Elsevier.
CARVALHO, V. [et al.] (1999) - Erros mais comuns e factores de risco na administração de medicamentos em unidades básicas de saúde. Revista Latino-Americana de Enfermagem. Vol. 7, nº 5, p. 67-75.
CASSIANI, S. (2004) - A segurança dos pacientes na utilização da medicação. São Paulo : Artes Medicas.
EVANS, J. (2009) - Prevalence, risk factors, consequences and strategies for reducing medication errors in Australian hospitals: a literature review. Contemporary Nurse. Vol. 31, nº 2, p. 176-189.
FERNANDES, A. ; QUEIRÓS, P. (2011) - Cultura de segurança do doente percecionada por enfermeiros em hospitais distritais portugueses. Revista de Enfermagem Referência. Série 3, nº 4, p. 37-48.
FLYNN, L. [et al.] (2012) - Nurses´ practice environments, error interception practice, and inpatient medication errors. Journal of Nursing Scholarship. Vol. 44, nº 2, p. 180-186.
JONES, S. (2009) - Reducing medication administration errors in nursing practice. Nursing Standard. Vol. 23, nº 50, p. 40-46.
KOHN, L. T. ; CORRIGAN, J. M. ; DONALDSON, M. S., ed. lit. (2000) - To err is human : building a safer health system. Washington : The National Academies Press.
MAHMOOD, A. ; CHAUDHURY, H. ; VALENTE, M. (2011) - Nurses´perceptions of how physical environment affects medication errors in acute care settings. Applied Nursing Research. Vol. 24, nº 4, p. 229-237.
MEURIER, C. E. ; VINCENTE, C. A. ; PARMA, D. G. (1997) - Learning from errors in nursing practice. Journal of Advanced Nursing. Vol. 26, nº 1, p. 111-119.
REASON, J. (2000) - Human error: models and management. BMJ. Vol. 320, nº 7237, p. 768-770.
RIBEIRO, P. L. P. (2010) - Metodologia de investigação em psicologia e saúde. 3ª ed. Porto : Legis Editora.
SHEU, S. [et al.] (2008) - Using snowball sampling method with nurses to understand medication administration errors. Journal of Clinical Nursing. Vol. 18, nº 4, p. 559-569.
SILVA, A. [et al.] (2007) - Problemas na comunicação: uma possível causa de erros de medicação. Acta Paulista de Enfermagem. Vol. 20, nº 3, p. 272-276.
VILELAS, J. (2009) – Investigação: o processo de construção do conhecimento. Lisboa : Edições Sílabos.
0
Texto integral
Total: 3 registo(s)
Artigo em PDF
Página 1 de 1


[ Detalhes da edição ]