Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Título:  Alta de crianças com estoma: uma revisão integrativa da literatura
Autores:  Andréa Maria Alves Vilar*; Marilda Andrade**; Márcia Rocha da Silva Alves***
Orientadores: 
Recebido para publicação:  2012-08-22
Aceite para publicação:  2013-01-18
Secção:  Artigo Teórico
Ano:  2013
DOI:  10.12707/RIII12113
Facebook Twitter LinkedIn

Resumo
Estudo de revisão integrativa da literatura sobre orientações para a alta hospitalar de crianças portadoras de estomas. O objetivo foi identificar nas publicações existentes as evidências disponíveis quanto às orientações dadas pelos enfermeiros aos cuidadores na alta de criança portadora de estoma. Foram obtidas 18 publicações nacionais, entre os anos de 1978-2011, através da Biblioteca Virtual em Saúde e da Base de Dados Bibliográficos Especializada na área de Enfermagem do Brasil. Os dados mostram que não existem orientações específicas sobre a alta de crianças estomizados, apesar do tema estoma ser abordado em 27,7% dos artigos, mas que o enfermeiro se inquieta com a necessidade do preparo da família para a alta hospitalar, onde 61,1% foram sujeitos das publicações. Evidencia-se pelos dados que a alta hospitalar é integrante da práxis dos enfermeiros, todavia são insipientes tanto os estudos sobre o tema, quanto a especificidade e profundidade das orientações fornecidas pelos enfermeiros a cada familiar da criança estomizada.

Palavras-chave
criança; estoma; alta hospitalar; enfermagem.
AZEVEDO, P. M. D. S. ; SOUSA, P. A. F. (2012) - Partilha de informação de enfermagem: dimensões do papel de prestador de cuidados. Revista de Enfermagem Referência. Série 3, n° 7, p. 113-122.
BACELAR, S. [et al.] (2004) - Expressões médicas errôneas: erros e acertos. Acta Cirúrgica Brasileira [Em linha]. Vol. 19, nº 5, p. 582-584. [Consult. 05 jan. 2011]. Disponível em WWW: http://www. kmed.com.br/dicas.htm>.
CABRAL, I. E. [et al.] (2004) - A criança egressa da terapia intensiva na luta pela sobrevida. Revista Brasileira de Enfermagem. Vol. 57, nº 1, p. 5-39.
COSTENARO, R. G. S. (org.) (2001) - Cuidando em enfermagem: pesquisas e reflexões. Santa Maria: Centro Universitário Fanciscano 2001. EUA. Departamento de Saúde e Serviços Humanos, Saúde e Administração de Serviços de Recursos, Materna e Serviços de Saúde Infantil (2004) - A Pesquisa Nacional de Crianças com Necessidades Especiais de Saúde Chartbook. Maryland: Rockville.
ITABASHI, K. [et al.] (2009) - Mortality rates for extremely low birth weight infants born in Japan in 2005. Pediatrics. Vol. 123, nº 2, p. 445-450.
GUINSBURG, Ruth (2009) - Prematuro extremo na vida adulta. CONGRESSO BRASILEIRO DE PEDIATRIA, 34°, Brasília.
LEI n°8.069, de 13 de Julho de 1990. Dispôe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente [Em linha]. [Consult. 05 jan. 2011]. Disponível em WWW: http://legislação.planalto.gov.br/legislação.nst/Viw_Identificação/lei8069-1990>.
MACHADO, H. B. [et al.] (2006) - Percepções de familiares de crianças internadas sobre o papel dos cuidadores. Família, Saúde e Desenvolvimento. Vol. 8, nº 1, p. 49-55.
MENDES, K. D. S. ; SILVEIRA, R. C. C. ; GALVÃO, C. M. (2008) - Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & Contexto Enfermagem. Vol. 17, nº 4, p. 758-64.
MONTEIRO, M. C. D. (2010) - Vivências dos cuidadores familiares em internamento hospitalar – o início da dependência. Porto: Universidade do Porto, Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar. Dissertação de mestrado.
NEVES, E. T. ; CABRAL, I. E. (2009) - Cuidar de crianças com necessidades especiais em saúde: desafios para as famílias e enfermagem pediátrica. Revista Eletrônica de Enfermagem [Em linha]. Vol. 11, nº 3, p. 527-538. [Consult. 16 dez. 2012]. Disponível em WWW:˂URL:
http://www.fen.ufg.br/revista/v11/n3/v11n3a09.pdf˃.
OLIVEIRA, J. S. S. (2002) - O cuidado da criança com câncer permeado pelas emoções da enfermeira. Rio de Janeiro. Monografia de especialização em enfermagem no controle do câncer.
POLETTO, D. [et al.] (2011) - A criança com estoma intestinal e sua família: implicações para o cuidado de enfermagem.Texto & Contexto Enfermagem. Vol. 20, nº 2, p. 319-327.
SAMPIERE, R. H. ; COLLADO, C. H. ; LUCIO, P. B. (2006) - Metodologia de pesquisa. 3ª ed. São Paulo: McGraw-Hill.
SILVA, S. M. A. (2004) - Sobre o cuidador familiar do paciente oncológico: uma visão psicológica. Rio de Janeiro. Monografia de especialização em psicologia oncológica.
SOUZA, M. T. ; SILVA, M. D. ; CARVALHO, R. (2010) - Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein. Vol. 8, nº 1, p. 102-106.
URSI, E. S. ; GALVÃO, C. M. (2006) - Prevenção de lesões de pele no perioperatório: revisão integrativa da literatura. Revista Latino-Americana de Enfermagem. Vol. 14, nº 1, p. 124-31.
VERNIER, E. T. N. ; CABRAL, I. E. (2006) - Caracterização de crianças com necessidades especiais de saúde e seus familiares cuidadores. Santa Maria (RS). 2004-2005: subsídios para intervenções de enfermagem. Revista da Sociedade Brasileira de Enfermeiros Pediatras [Em linha]. Vol. 6, nº 1. [Consult.
19 dez. 2012]. Disponível em WWW:˂URL:
http://www.sobep.org.br/revista/component/zine/article/19-caracterizao-decrianas-com-necessidades-especiais-de-sade-e-seus-familiarescuidadoressanta-maria-rs2004-2005-subsdios-para-intervenes-deenfermagem.html˃.
YIN, R. K. (2005) - Estudo de caso: planejamento e método. Porto Alegre: Bookm.
Texto integral
Total: 3 registo(s)
Artigo em PDF
Página 1 de 1


[ Detalhes da edição ]