Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Título:  Dotação segura para a prática de enfermagem: operacionalidade do conceito e o seu impacto nos resultados
Autores:  Maria João Baptista dos Santos de Freitas*; Pedro Miguel Dinis Parreira**
Orientadores: 
Recebido para publicação:  2012-09-11
Aceite para publicação:  2013-03-20
Secção:  Artigo Teórico
Ano:  2013
DOI:  10.12707/RIII12125
Facebook Twitter LinkedIn

Resumo
Contexto: a necessidade de adequação dos recursos de enfermagem às reais necessidades dos clientes em cuidados de enfermagem constitui uma das preocupações dos gestores em saúde pela influência que exerce na qualidade e segurança dos cuidados prestados. Daí que tenha surgido o conceito de dotação segura em enfermagem que, além de contemplar o número de enfermeiros, valoriza também as suas competências e o contexto de prestação de cuidados. Objetivos: analisar as diferentes formas de operacionalização do conceito de dotação segura e o seu impacto nos resultados obtidos ao nível dos clientes, enfermeiros e organizações de saúde. Metodologia: revisão da literatura sobre a investigação desenvolvida entre 2000 a 2011 sobre as temáticas: dotação de enfermagem, métodos de cálculo de dotação, rácios em enfermagem e impacto da dotação segura. Conclusão: não existe evidência de um método universal pois nenhum dos métodos de cálculo de dotação integra a diversidade inscrita nas diferentes facetas do conceito, não incorporando o dinamismo necessário para se adaptar aos diferentes contextos. Implicações para a enfermagem: a dotação segura de enfermagem é um fator determinante para a qualidade dos cuidados prestados ao cliente e tem impacto nos resultados obtidos para os prestadores e para as organizações.

Palavras-chave
administração de recursos humanos em saúde; dotação de recursos para cuidados de saúde; recursos humanos de enfermagem; recursos humanos.
AIKEN, Linda [et al.] (2002) - Hospital nurse staffing and patient mortality, nurse burnout, and job dissatisfaction. Journal of the American Medical Association. Vol. 288, nº 16, p. 1987-1993.
AIKEN, Linda [et al.] ( 2010) - Implications of the California nurse staffing mandate for other states. Health Services Research. Vol. 45, nº 4, p. 904-921.
BOLTON, Linda [et al.] (2007) - Mandated nurse staffing ratios in California: a comparison of staffing and nursing-sensitive outcomes pre-and postregulation. Policy, Politics, and Nursing Practice. Vol. 8, nº 4, p. 238-250.
BOSTICK, Jane [et al.] (2006) - Systematic review of studies of staffing and quality in nursing homes. Jounal of the American Medical Directors Association. Vol. 7, nº 6, p. 366-376.
CORDEIRO, Ana (2009) - Responsabilidade Profissional: recursos humanos e qualidade dos cuidados em enfermagem. Lisboa : Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina. Dissertação de mestrado em Bioética.
CHAPMAN, S. [et al.] (2009) - How have mandated nuese staffing ratios affected hospitals? Perspectives from California hospital leaders. Journal of Heathcare Management. Vol. 54, nº 5, p. 321-333.
DONALDSON, Nielson [et al.] (2005) - Impact of California’s licencsed nurse-patient ratios on unit-level nurse staffing and patient outcomes. Policy, Politics, and Nursing Practice. Vol. 6, nº 3, p. 198-210.
FREDERICO, Manuela ; LEITÃO Maria (1999) - Pricípios de administração para enfermeiros. 1ª ed. Coimbra: Formasau.
HALL, McGillis (2005) - Quality work environments fornurse and patient safety. Sudbury: Jones and Bartlett.
HURST, Keith (2003) - Selecting and applying methods for estimating the size and mix of nursing teams [Em linha]. [Consult. 9 mar. 2011]. Disponivel em WWW: http://www.who.int/hrh/documents/hurst_mainreport.pdf>.
INTERNATIONAL COUNCIL OF NURSES (2006) - Safe staffing save lives [Em linha]. [Consult. 10 mar. 2011]. Disponivel em WWW: http://www.icn.ch/publications/2006-safestaffingsaves-lives>.
KANE, Robert [et al.] (2007) - The association of registered nurse staffing levels and patient outcomes: systematic review and metaanalysis. Medical Care. Vol. 45, nº 12, p. 1195-1204.
LANG, Tom [et al.] (2004) - A systematic review on the effects of nurse staffing on patient, nurse employee, and hospital outcomes. Journal Nursing Administration. Vol. 34, nº 7-8 , p. 326-337.
LANKSHEAR , Annette ; SHELDON, Trevor ; MAYNARD, Alan (2005) - Nurse staffing and healthcare outcomes: a systematic review of the international research evidence. Advances in Nursing Science. Vol. 28, nº 2, p. 163-174.
NEEDLEMAN, Jack [et al.] (2002) - Nurse-staffing levels and the quality of care in hospitals. The New England Journal of Medicine. Vol. 346, nº 22, p. 1715-1722.
NEEDLEMAN, Jack [et al.] (2011) - Nurse staffing and inpatient hospital mortality. The New England Journal of Medicine. Vol. 364, nº 11, p. 1037-1045.
ORDEM DOS ENFERMEIROS ; MINISTÉRIO DA SAUDE (2011) - Guia de recomendações para o cálculo da dotação de enfermeiros no Serviço Nacional de Saúde. Lisboa: OE.
ROTHBERG, Michael [et al.] (2005) - Improving nurse-to-patient staffing ratios as a cost-effective safety intervention. Medical Care. Vol. 43, nº 8, p. 785-791.
SHEWARD, L. [et al.] ( 2005) - The relationship between UK hospital nurse staffing and emotional exhaustion and job dissatisfaction. Journal of Nursing Management. Vol. 13, nº 1, p. 51-60.
THUNGJAROENKUL, Petsunee ; CUMMINGS, Greta ; EMBLETON, Amanda (2007) - The impact of nursing staffing on hospital costs and patient length of stay, a systematic review. Nursing Economics. Vol. 25, nº 5, p. 255-265.
Texto integral
Total: 3 registo(s)
Artigo em PDF
Página 1 de 1


[ Detalhes da edição ]