Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Título:  A influência da informação fornecida pelos enfermeiros sobre a ansiedade pré-operatória
Autores:  Marco António Rodrigues Gonçalves*; Maria da Nazaré Ribeiro Cerejo**; José Carlos Amado Martins***
Orientadores: 
Recebido para publicação:  2017-03-11
Aceite para publicação:  2017-06-21
Secção:  ARTIGO DE INVESTIGAÇÃO (ORIGINAL)/RESEARCH PAPER (ORIGINAL)
Ano:  2017
DOI:  https://doi.org/10.12707/RIV17023

Resumo
Enquadramento: Uma grande parte dos doentes manifesta diversos níveis de ansiedade aquando de uma cirurgia. A transmissão de informação no pré-operatório parece reduzir estes níveis de ansiedade.
Objetivos: Avaliar a ansiedade pré-operatória de doentes propostos para cirurgia programada e a informação de enfermagem que possuem; analisar se algumas variáveis sociodemográficas influenciam a ansiedade pré-operatória; e analisar a relação entre a informação de enfermagem e a ansiedade pré-operatória.
Metodologia: Estudo descritivo, correlacional. Aplicado um questionário a 200 doentes internados, no pré-operatório de cirurgia programada.
Resultados: Os doentes percecionam estar melhor informados sobre aspetos organizacionais, comparativamente com os cuidados de enfermagem. O sexo influencia o nível de ansiedade pré-operatória. A informação pré-operatória está relacionada com o número de elementos do agregado familiar e o tempo em lista de espera, no entanto, quando correlacionada com o nível de ansiedade, não apresenta diferenças significativas.
Conclusão: Os enfermeiros devem investir no fortalecimento da informação acerca dos cuidados de enfermagem ao longo do período perioperatório. Esta constitui
uma área autónoma da profissão, relevante na prestação de cuidados de qualidade.


Palavras-chave
informação; enfermagem; cirurgia; ansiedade
Akinsulore, A., Owojuyigbe, A. M., Faponle, A. F., & Fatoye, F. O. (2015). Assessment of preoperative and postoperative anxiety among elective major surgery patients in a tertiary hospital in Nigeria. Middle East Journal of Anesthesiology, 23(2), 235-240.
American Psychiatric Association. (2014). Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais: DSM-5. Porto Alegre, Brasil: Artmed.
Aust, H., Rüsch, D., Schuster, M., Sturm, T., Brehm, F., & Nestoriuc, Y. (2016). Coping strategies in anxious surgical patients. BMC Health Services Research, 16(250). doi:10.1186/s12913-016-1492-5
Bagés, C., Lleixà, M. M., Español, C., Imbernón, G., Munté, N., & Vázquez, D. (2015). Effectiveness of preoperative visit on anxiety, pain and wellbeing. Enfermería Global, 14(39), 41-51. Recuperado de http://scielo.isciii.es/pdf/eg/v14n39/en_clinica2.pdf
Barbosa, A. C., Terra, F. S., & Carvalho, J. B. (2014). Humanização da assistência médica e de enfermagem ao paciente no perioperatório em um hospital universitário. Revista Enfermagem UERJ, 22(5), 699-704. doi:10.12957/reuerj.2014.2605
Cheever, K. H., & Hinkle, J. L. (2015). Brunner & Suddarth: Tratado de enfermagem médico-cirúrgica (13ª ed.). Rio de Janeiro, Brasil: Guanabara Koogan.
Daniel, F. (1996). Teoria e prática psicométrica: contribuição para a validação do STAI-Y de Spielberger em estudantes do ensino superior (Dissertação de Mestrado). Universidade da Estremadura, Espanha.
Gonçalves, S., & Braga, M. F. (2012). Comunicar, informar e educar na ansiedade pré-operatória: Desenvolvimento de uma intervenção breve. Psiquiatria Clínica, 33(2), 99-108.
Marín, M. D., Cortés, A. L., Sanz, Y. M., & Serrano, R. M. (2015). Aspectos de la información preoperatoria con la ansiedad del paciente programado para cirugía. Revista Enfermería Global, 37, 181- 191. Recuperado de http://revistas.um.es/eglobal/ article/download/185281/169021
Mavridou, P., Dimitriou, V., Manataki, A., Arnaou toglou, E., & Papadopoulos, G. (2013). Patient’s anxiety and fear of anesthesia: Effect of gender, age, education, and previous experience of anestesia: A survey of 400 patients. Japanese Society of Anesthesiologists, 27(1), 104-108. doi:10.1007/s00540-012-1460-0
Mitchell, M. (2013). Anaesthesia type, gender and anxiety. Clinical Feature, 23(3), 41-46. Nigussie, S., Belachew, T., & Wolancho, W. (2014). Predictors of preoperative anxiety among surgical patients in Jimma University specialized teaching hospital,South Western Ethiopia. Bio Med Central Surgery, 14(67), 1-10. doi:10.1186/1471-2482-14-67
Rhodes, L., Nash, C., Moisan, A., Scott, D.C., Barkoh, K., Warner, W.C., … Kelly, D.M. (2015). Does preoperative orientation and education alleviate anxiety in posterior spinal fusion patients?: A prospective, randomized study. Journal of Pediatric Orthopaedics, 35(3), 276-279. doi:10.1097/BPO.0000000000000260
Santos, M., Martins, J., & Oliveira, L. (2014). A ansiedade, depressão e stresse no pré-operatório do doente cirúrgico. Revista de Enfermagem Referência, 4(3), 7-15. doi:10.12707/RIII1393
Santos, M. A., Rossi, L. A., Paiva, L., Dantas, R. A., Pompeo, D. A., & Machado, E. C. (2012). Medida da ansiedade e depressão em pacientes no pré-operatório de cirurgias eletivas. Revista Eletrônica de Enfermagem, 14(4), 922-927. Recuperado de https://www.fen.ufg.br/fen_revista/v14/n4/pdf/v14n4a21.pdf
Yilmaz, M., Sezer, H., Gürler, H., & Bekar, M. (2012).Predictors of preoperative anxiety in surgical inpatients. Journal of Clinical Nursing, 21(7-8), 956-964. doi:10.1111/j.1365-2702.2011.03799.x
Texto integral
Total: 0 registo(s)
REF_Sept2017_17to26_eng.pdf
REF_Sept2017_17to26_port.pdf


[ Detalhes da edição ]