Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Título:  Estudos realizados em Portugal no âmbito do cateterismo venoso periférico: protocolo de scoping review
Autores:  Paulo Jorge dos Santos-Costa; Liliana Baptista Sousa; Inês Alexandra Figueira Marques; Anabela de Sousa Salgueiro-Oliveira; Pedro Miguel Dinis Parreira; Margarida Maria da Silva Vieira; João Manuel Garcia Nascimento Graveto
Orientadores: 
Recebido para publicação:  2019-07-12
Aceite para publicação:  2020-03-04
Secção:  ARTIGO DE REVISÃO_REVIEW ARTICLE_ARTIGO TEÓRICO/ENSAIO_THEORETICAL ARTICLE/ESSAY
Ano:  2020
DOI:  10.12707/RV20004
Facebook Twitter LinkedIn

Resumo
Contexto: Apesar da sua natureza ubíqua, a prática de cateterização venosa periférica não é homogénea
entre contextos clínicos internacionais. Em Portugal, a informação referente à prática de cateterismo venoso periférico encontra-se dispersa na literatura, impossibilitando uma análise suficientemente compreensiva e abrangente da sua natureza e implicações.
Objetivos: Mapear os estudos realizados em Portugal no âmbito do cateterismo venoso periférico.
Método de revisão: Metodologia de scoping review proposta pelo Joanna Briggs Institute. Foi definido um protocolo adequado a cada base/repositório, que visa a identificação de estudos que respondam aos critérios delineados. O processo de análise da relevância, extração e síntese dos dados será desenvolvido por revisores independentes.
Apresentação e interpretação dos resultados: O mapeamento dos estudos realizados em Portugal neste âmbito contribuirá para a identificação dos principais indicadores de estrutura, processo e resultado descritos em estudos nacionais.
Conclusão: Espera-se que esta revisão sustente o desenvolvimento de intervenções e revisões sistemáticas futuras que potenciem a eficácia/segurança dos cuidados prestados ao doente com cateter periférico.

Palavras-chave
cateterismo venoso periférico; revisão
Alexandrou, E., Ray-Barruel, G., Carr, P., Frost, S., Inwood, S., Higgins, N., … Rickard, C. M. (2015). International prevalence of the use of peripheral intravenous catheters. Journal of Hospital Medicine, 10(8), 530-533. doi: 10.1002/jhm.2389
Alexandrou, E., Ray-Barruel, G., Carr, P., Frost, S., Inwood, S., Higgins, N., ... OMG Study Group (2018). Use of short peripheral intravenous catheters: Characteristics, management, and outcomes worldwide. Journal of Hospital Medicine, 13(5). doi: 10.12788/jhm.3039
Apóstolo, J. (2017). Síntese da evidência no contexto da translação da ciência. Coimbra, Portugal: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra.
Arksey, H., & O’Malley, L. (2005). Scoping studies: Towards a methodological framework. International Journal of Social Research Methodology, 8(1), 19-32. doi: 10.1080/1364557032000119616
Cooper, D., Whitfield, M., Newton, D., Chiarella, J., & Machaczek, K. (2016). Introduction of a non-ported peripheral intravenous catheter with multi-use blood control septum offers improvements in the overall efficiency of the procedure and is clinically well accepted. International Journal Of Healthcare Technology And Management, 15(3), 177. doi: 10.1504/ijhtm.2016.078336
Helm, R., Klausner, J., Klemperer, J., Flint, L., & Huang, E. (2015). Accepted but unacceptable. Journal of Infusion Nursing, 38(3), 189-203. doi: 10.1097/nan.0000000000000100
Irvine, D., Sidani, S., & Hall, L. (1998). Linking outcomes to nurses’ roles in health care. Nursing Economics, 16(2), 58-64.
Jones, R. (2018). Short peripheral catheter quality and economics. Journal Of Infusion Nursing, 41(6), 365-371. doi: 10.1097/nan.0000000000000303
Munn, Z., Peters, M., Stern, C., Tufanaru, C., McArthur, A., & Aromataris, E. (2018). Systematic review or scoping review? Guidance for authors when choosing between a systematic or scoping review approach. BMC Medical Research Methodology, 18(1). doi: 10.1186/s12874-018-0611-x
Ordem dos Enfermeiros, Mesa do Colégio da Especialidade em Enfermagem de Saúde Infantil e Pediátrica. (2017). Parecer nº 6/2017: Aplicação de calor local em seroma provocado por infiltração
de soroterapia em lactentes. Recuperado de https://www.ordemenfermeiros.pt/media/4806/parecer-n%C2%BA-6_2017.pdf
Peters, M., Godfrey, C., McInerney, P., Baldini Soares, C., Khalil, H., & Parker, D. (2017). Scoping reviews. In E. Aromataris & Z. Munn (Eds.), Joanna Briggs Institute Reviewer’s Manual. Recuperado de https://reviewersmanual.joannabriggs.org/
Peterson, J., Pearce, P., Ferguson, L., & Langford, C. (2017). Understanding scoping reviews. Journal of The American Association Of Nurse Practitioners, 29(1), 12-16. doi: 10.1002/2327-6924.12380
Rivera, A., Strauss, K., Zundert, A., & Mortier, E. (2005). The history of peripheral intravenous catheters: How little plastic tubes revolutionized medicine. Acta Anaesthesiologica Belgica., 56(3), 271-282.
Tricco, A., Lillie, E., Zarin, W., O’Brien, K., Colquhoun, H., Levac, D., & Straus, S. (2018). PRISMA Extension for Scoping Reviews (PRISMA-ScR): Checklist and Explanation. Annals Of Internal Medicine, 169(7), 467. doi: 10.7326/m18-0850
Texto integral
Total: 0 registo(s)
REF_jul2020_e20004_port.pdf
REF_jul2020_e20004_eng.pdf


[ Detalhes da edição ]