Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Título:  Qualidade da vinculação e modelo interno de funcionamento do Self, em crianças vítimas de queimaduras
Autores:  Iara G. Silva; António J. Santos
Orientadores: 
Recebido para publicação:  2010-04-07
Aceite para publicação:  2011-02-04
Secção:  Artigo
DOI:  10.12707/RII1036
Facebook Twitter LinkedIn

Resumo
O presente estudo tem como objectivo analisar a relação entre o modelo interno de funcionamento do Self e a qualidade da vinculação num grupo de crianças vítimas de queimaduras. A amostra foi constituída por cinquenta crianças, com idades compreendidas entre os 62 e os 95 meses. Utilizamos o Desenho Infantil da Família (Kaplan e Main, 1986) para avaliar a representação que a criança tem da qualidade da vinculação e Puppet Interview (Cassidy, 1988) para avaliar o modelo interno de funcionamento do Self. Os resultados demonstraram
a existência de uma relação entre a qualidade da vinculação estabelecida entre a mãe e a criança e a organização do modelo interno de funcionamento do Self positivo. Neste sentido, concluímos que a qualidade da vinculação pode influenciar a forma como a criança se adapta a uma imagem corporal alterada, depois de ter sofrido um acidente por queimadura.

Palavras-chave
crianças queimadas; tipo de vinculação; modelo interno de funcionamento do Self.
Texto integral
Total: 1 registo(s)
Artigo em PDF
Página 1 de 1


[ Detalhes da edição ]