Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Título:  Efeito das intervenções breves na redução do consumo de risco nos utentes em tratamento com metadona
Autores:  Nídia Raquel Pereira Rosa*; Ângela Maria Mendes Abreu**; Teresa Maria Mendes Diniz de Andrade Barroso***
Orientadores: 
Recebido para publicação:  2014-11-21
Aceite para publicação:  2015-07-02
Secção:  Artigo
Ano:  2015
DOI:  dx.doi.org/10.12707/RIV14082
Facebook Twitter LinkedIn

Resumo
Enquadramento: O consumo de álcool nos indivíduos em tratamento com metadona pode constituir um problema para a estabilidade e a adesão ao tratamento.
Objectivos: Avaliar o efeito das Intervenções Breves (IB) na redução do consumo de risco, nos utentes em tratamento com metadona
Metodologia: Estudo de natureza pré-experimental, avaliação antes e após com grupo único. Amostra não aleatória, consecutiva de 24 utentes. Inclui o Alcohol Use Disorders Identificacion Test (AUDIT). As Intervenções breves foram desenvolvidas pelo enfermeiro com treino específico.
Resultados: Na avaliação inicial, 16 sujeitos apresentavam nível de baixo risco, 6 nível de risco e 2 nível nocivo. Na avaliação final, 5 meses após as IB, 19 sujeitos apresentavam nível de baixo risco, 5 nível de risco e nenhum caso com consumo nocivo, verificando-se uma redução dos níveis de risco tendo sido a evolução estatisticamente significativa (p=0,031).
Conclusão: Os resultados sugeriram efeitos positivos das IB na diminuição do consumo de risco dos utentes em tratamento com metadona.

Palavras-chave
dependência de heroína; metadona; bebidas alcoólicas; enfermagem.
Babor, T. F., & Higgins-Biddle, J. C. (2001). Brief intervention: For hazardous and harmful drinking (2ª ed.). Genebra, Switzerland: World Health Organization.
Balsa, C., Vital, C., Urbano, C., & Pascueiro, L. (2008). II inquérito nacional ao consumo de substâncias psicoactivas na população portuguesa: 2007. Lisboa, Portugal: Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências.
Barroso, T., Barbosa A., & Mendes, A. (2006). Programas de prevenção do consumo de álcool em jovens estudantes: Revisão sistemática. Referência, 2(3), 33-44.
Barroso, T., Rosa, N. R., Jorge, F. M., & Gonçalves, C. S. (2012). Drinking among adolescents and young adults: Outcome of brief intervention. Alcoholism, 36( 9), 131 A.
Caputo, F., Addolorate, G., Domenical, M., Mosti, A., Viaggi, M., Trevisani, F., … Stefanini, G. F. (2002). Short-term methadone administration reduces alcohol consumption in non-alcoholic heroin addicts. Alcohol & Alcoholism, 37(2), 164-168.
El-Bassel, N., Schilling, R. F., Turnbull, J. E., & Kuo-Hsien, S. (1993). Correlates of alcohol use among methadone patients. Alcoholism: Clinical and Experimental Research, 17(3), 681-686.
Furtado, E. F., & Marques, A. C. (2004). Brief interventions for alcohol related problems. Revista Brasileira de Psiquiatria, 26, 28-32.
Gossop, M., Marsden, J., & Stewart, D. (2002). Dual dependence: Assessment of dependence upon alcohol and illicit drugs, and the relationship of alcohol dependence among drug misusers to patterns of drinking, illicit drug use and health problems. Society for the Study of Addiction to Alcohol and Other Drugs: Addiction, 97, 169-179.
Henriques, A. B., & Paixão, R. (2009). Padrões de consumo de álcool em programas de substituição de opiáceos. Toxicodependências, 15(3), 39-49.
Instituto da Droga e da Toxicodependencia, I.P. (2012). Relatório Anual de 2011: A situação do país em matéria de drogas e toxicodependências. Loures, Portugal: Autor.
Moussas, G., Fanouraki, I., Pachi, A., Asomatou, A., Drylli, O., Paschalakis, G., … Malliori, M. (2015). Comorbid psychopathology and alcohol use patterns among methadone maintenance treatment patients. Journal of addiction. Retrieved from http://www.hindawi.com/journals/jad/2015/197652/abs/
Ottomanelli, G. (1998). Methadone Patients and Alcohol Abuse. Journal of Substance Abuse Treatment, 16(2),113-121.
Patrício, L. (2009). Tratamento da dependência de heroína: A manutenção opióide. Lisboa, Portugal, Psiquiatria e Medicina.
Ribeiro, C. (2014). Medicina Geral e Familiar e Abordagem do Consumo de Álcool: Deteção e Intervenções Breves no âmbito dos Cuidados de Saúde Primários. Lisboa, Portugal, Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências.
Schaus, J. F., Sole, M. L., McCoy, T. P., Mullett, N., & O’Brien, M. C. (2009). Alcohol screening and brief intervention in a college student health center: A randomized control trial. Journal of Studies on Alcohol and Drugs, 16, 131-141.
Segatto, M. L., Pinsky, I., Laranjera, R., Rezende, F. F., & Vilela, T. R. (2007). Triagem e intervenção breve em pacientes alcoolizados atendidos na emergência: Perspectivas e desafios. Caderno de Saúde Publica, 33(8), 1753-1762.
Seigers, K., & Carey B. (2010). Screening and brief interventions of alcohol use in college health center: A review. Journal of American College Health,59(3),151-158.
Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências. (2013) Plano nacional para redução dos comportamentos aditivos: PNRCAD-2013-2020. Lisboa, Portugal: Autor.
World Health Organization (2014). Global status report on alcohol and health. Genebra, Switzerland: Author.
Texto integral
Total: 0 registo(s)
03 Rev. Enf. Ref. RIV14082 english.pdf
03 Rev. Enf. Ref. RIV14082 portuguese.pdf


[ Detalhes da edição ]