Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Título:  Validade preditiva da Identification of Seniors at Risk - Hospitalized Patient para a identificação do declínio funcional
Autores:  João Paulo de Almeida Tavares*; Joana Grácio**; Lisa Nunes***
Orientadores: 
Recebido para publicação:  2017-06-09
Aceite para publicação:  2017-11-06
Secção:  ARTIGO DE INVESTIGAÇÃO (ORIGINAL)/RESEARCH PAPER (ORIGINAL)
Ano:  2017
DOI:  https://doi.org/10.12707/RIV17049

Resumo
Enquadramento: O declínio funcional (DF) das pessoas idosas hospitalizadas varia entre 30 a 60%. A primeira etapa na prevenção do DF é a identificação dos utentes em risco.
Objetivo: Determinar a validade preditiva da Identification of Seniors at Risk – Hospitalized Patient (ISAR-HP) para avaliar o risco de DF das pessoas idosas hospitalizadas.
Metodologia: Estudo observacional longitudinal prospetivo. Amostra constituída por 101 utentes com 70 ou mais anos. A funcionalidade foi avaliada pela Escala de Katz (EK) em 3 momentos (baseline, alta e follow-up - 3 meses) e a ISAR-HP. O DF foi definido como o declínio em pelo menos um ponto na EK.
Resultados: A curva Receiver operator characteristic do modelo preditivo, para um ponto de corte ≥ 2, apresentou uma área de 0,7 (p ≤ 0,01). Os valores da sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo e negativo foram de 93,9%, 36,7%, 44,9% e 91,7%, respetivamente.
Conclusão: A ISAR-HP é um instrumento válido na estratificação do risco de DF das pessoas idosas hospitalizadas, que poderá ser incorporado na prática clínica.


Palavras-chave
idoso; hospitalização; declínio funcional; predição
Beaton, K., & Grimmer, K. (2013). Tools that assess functional decline: Systematic literature review update. Clinical Interventions in Aging, 8, 485–494. doi:10.2147/CIA.S42528
Boltz, M., Capezuti, E., Shabbat, N., & Hall, K. (2010). Going home better not worse: Older adults’ views on physical function during hospitalization. International Journal of Nursing Practice, 16(4), 381–388. doi:10.1111/j.1440-172X.2010.01855.x
Boyd, C. M., Landefeld, C. S., Counsell, S. R., Palmer, R. M., Fortinsky, R. H., Kresevic, D., … Covinsky, K. E. (2008). Recovery of activities of daily living in older adults after hospitalization for acute medical illness. Journal of the American Geriatrics Society, 56(12), 2171–2179. doi:10.1111/j.1532-5415.2008.02023.x
Buurman, B. M., Hoogerduijn, J. G., van Gemert, E. A., de Haan, R. J., Schuurmans, M. J., & de Rooij, S. E. (2012). Clinical characteristics and outcomes of hospitalized older patients with distinct risk profiles for functional decline: A prospective cohort study. PLoS ONE, 7(1). e29621.doi:10.1371/journal.pone.0029621
Costa-Dias, M. (2014). Quedas em contexto hospitalar: Fatores de risco (Doctoral thesis). Universidade Católica Portuguesa, Lisboa, Portugal.
Direção-Geral da Saúde. (2011). Orientação da DGS. Escala de Braden: Versão adulta e pediátrica (Braden Q). Lisboa, Portugal: Autor. Recuperado de https:// www.dgs.pt/departamento-da-qualidade-na-saude/ficheiros anexos/orientacao_ulceraspdf-pdf.aspx.
Duque, A. S., Gruner, H., Clara, J. G., Ermida, J. G., & Veríssimo, M. T. (s.d.). Avaliação geriátrica. Portugal: Núcleo de Estudos de Geriatria da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (GERMI). Recuperado de http://www.spmi.pt/docs_nucleos/GERMI_36.pdf
Faria, H., Paiva, A., & Marques, P. (2012). A restrição física da mobilidade: Estudo sobre os aspetos ligados à sua utilização com fins terapêuticos. Revista de Enfermagem Referência, 3(6), 7-16. doi:10.12707/RIII1192
Heim, N., van Fenema, E. M., Weverling-rijnsburger, A. W. E., Tuijl, J. P., Jue, P., Oleksik, A. M., … Westendorp, R. G. (2015). Optimal screening for increased risk for adverse outcomes in hospitalized older adults. Age and Ageing, 44(2), 239–244. doi:10.1093/ageing/afu187
Hoogerduijn, J. G., Buurman, B. M., Korevaar, J. C., Grobbee, D. E., De Rooij, S. E., & Schuurmans, M. J. (2012). The prediction of functional decline in older hospitalised patients. Age and Ageing, 41(3), 381–387. doi:10.1093/ageing/afs015
Hoogerduijn, J. G., de Rooij, S. E., Grobbee, D. E., & Schuurmans, M. J. (2014). Predicting functional decline in older patients undergoing cardiac sur gery. Age and Ageing, 43(2), 218–221. doi:10.1093/ageing/aft165
Hoogerduijn, J. G., Schuurmans, M. J., Duijnstee, M. S., De Rooij, S. E., & Grypdonck, M. F. (2007). A systematic review of predictors and screening instruments to identify older hospitalized patients at risk for functional decline. Journal of Clinical Nursing 16(1), 46-57. doi:10.1111/j.1365-2702.2006.01579.x
Hoogerduijn, J. G., Weldam, S., van Barneveld, R. J., & Schuurmans, M. J. (2013). Development and implementation of a senior care program for older hospitalized patients: Bridging the gap between research, education and clinical practice in an academic service partnership. Journal of Nursing Education and Practice, 3(10), 26–34. doi:10.5430/jnep.v3n10p26
Mahoney, J., Drinka, T. J., Abler, R., Gunter-Hunt, G., Matthews, C., Gravenstein, S. & Carnes, M. (1994). Screening for depression: Single question versus GDS. Journal of the American Geriatrics Society, 42(9), 1006-8.
Mendes, S. (2008). Avaliação do risco de dependência funcional em pessoas idosas. (Master’s dissertation). Universidade de Aveiro, Portugal. Recuperado de http://ria.ua.pt/handle/10773/3283
Paiva, D. & Apóstolo, J. (2015). Estudo de adaptação transcultural e validação do Six Item Cognitive Impairment Test. In J. Apóstolo, & M. Almeida (Eds.), Enfermagem de Saúde do Idoso. Série Monográfica Educação e Investigação em Saúde (pp.3-18). Coimbra, Portugal: Unidade de Investigação em Ciências da Saúde: Enfermagem (UICISA: E) / Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC).
Resnick, B., Wells, C., Galik, E., Holtzman, L., Zhu, S., Gamertsfelder, E., … Boltz, M. (2016). Feasibility and efficacy of function-focused care for orthopedictrauma patients. Journal of Trauma Nursing : The Official Journal of the Society of Trauma Nurses, 23(3), 144–155. doi:10.1097/JTN.0000000000000203
Sampaio, F., Sequeira, C., & Sá, L. (2010). Tradução do método de avaliação da confusão (CAM): Importânciano contexto da saúde mental. In II Congresso Internacional da SPESM, Barcelos, Portugal, 26-29 Outubro, 2010, Do Diagnóstico à Intervenção em Enfermagem de Saúde Mental: [actas] (pp. 166-173). Maia, Porto: Sociedade Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental.
Tavares, J., Grácio, J., & Nunes, L. (2016). Prediction of functional decline among hospitalized older adults: ISAR-HP content validity. European Geriatric Medicine, 7(Supl. 7), S47.
Vidán Astiz, M., Sánchez García, E., Alonso Armesto, M., Montero Errasquin, B., Martínez de la Casa, A., Javier Ortíz, F., & Serra Rexach, J. (2008). Deterioro funcional durante la hospitalización en ancianos. Beneficios del ingreso en el servicio de geriatría. Revista Española de Geriatría y Gerontología, 43(3), 133–138. doi:10.1016/S0211-139X(08)71172-7
Texto integral
Total: 0 registo(s)
REF_dez2017_145to154_eng.pdf.pdf
REF_dez2017_145to154_port.pdf.pdf


[ Detalhes da edição ]