Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Título:  Representações sociais da sistematização da assistência de enfermagem sob a ótica de enfermeiros
Autores:  Ana Caroline da Costa*; José Vitor da Silva**
Orientadores: 
Recebido para publicação:  2017-09-04
Aceite para publicação:  2018-01-16
Secção:  ARTIGO DE INVESTIGAÇÃO (ORIGINAL)/RESEARCH PAPER (ORIGINAL)
Ano:  2018
DOI:  https://doi.org/10.12707/RIV17069

Resumo
Enquadramento: A sistematização da assistência de enfermagem (SAE) é uma metodologia com sólida estrutura teórica e científica, para planear, organizar e sistematizar os cuidados.
Objetivos: Conhecer os significados da SAE sob a ótica dos enfermeiros de uma instituição hospitalar da cidade de Itajubá, Minas Gerais - Brasil.
Metodologia: Estudo de abordagem qualitativa, do tipo exploratório e descritivo. Amostra intencional de 30 enfermeiros. Para a análise dos dados, utilizou-se o método do discurso do sujeito coletivo.
Resultados: Do tema, significados da SAE, emergiram as seguintes representações sociais: estratégia que norteia o cuidado; atividade exclusiva do enfermeiro; e é algo que não funciona na prática.
Conclusão: Apesar da SAE ser amplamente discutida no âmbito da formação e exercício profissional, ainda existe a representação de ser um procedimento desacreditado na sua prática, embora seja reconhecida como norteadora dos cuidados e exclusiva do enfermeiro.


Palavras-chave
enfermagem; metodologia; cuidados de enfermagem
Benedet, S. A., Gelbcke, F. L., Amante, L. N., Padilha, M. I., & Pires, D. P. (2016). Processo de enfermagem: Instrumento da sistematização da assistência de enfermagem na percepção dos enfermeiros. Revista Online de Pesquisa Cuidado é Fundamental, 8(3), 4780-4788. doi: 10.9789/2175-5361.2016. v8i3.4780-4788
Carvalho, F. S., & Barcelos, K. L. (2017). Sistematização da assistência de enfermagem: Vivências e desafios de enfermeiros de uma unidade de terapia intensiva adulto. Revista Brasileira de Ciências da Vida, 5(2), 21-25. Recuperado de http://jornal.faculdadecienciasdavida. com.br/index.php/RBCV/article/view/170/81
Cavalcante, R. B., Otoni, A., Bernardes, M. F., Cunha, S. G., Santos, C. S., & Silva, P., C. (2011). Experiências de sistematização da assistência de enfermagem no Brasil: Um estudo bibliográfico. Revista Enfermagem da UFSM, 1(3), 461-471. doi: 10.5902/217976922832
Chaves, R. R., Silva, C. F., Motta, E., Ribeiro, E. D., & Andrade, Y, N. (2016). Sistematização da assistência de enfermagem: Visão geral dos enfermeiros. Revista Enfermagem UFPE On Line, 10(4), 1280-1285. Recuperado de https://periodicos.ufpe.br/revistas/ revistaenfermagem/article/view/11114/12589
Cogo, E., Gehlen, M. H., Ilha, S., Zamberlan, C., Freitas, H. M., & Backes, D. S. (2012). Sistematização da assistência de enfermagem no cenário hospitalar: Percepção dos enfermeiros. Cogitare Enfermagem, 17(3), 513-518. doi: 10.5380/ce.v17i3.29293
Garcia, T. R. (2016). Sistematização da assistência de enfermagem: Aspecto substantivo da prática profissional. Escola Anna Nery, 20(1), 5-10. doi: 10.5935/1414-8145.20160001
Lefèvre, F., & Lefèvre, A. M. (2010). Pesquisa de representação social: O enfoque qualiquantitativo: Metodologia do discurso do sujeito coletivo. Brasília, Brasil: Liber Livro.
Massaroli, R., Martini, J. G., Massaroli, A., Lazzari, D. D., Oliveira, S. N., & Canever Pedroso, B. P. (2015). Trabalho de enfermagem em unidade de terapia intensiva e sua interface com a sistematização da assistência. Escola Anna Nery, 19(2), 252-258. doi: 10.5935/1414-8145.20150033
Medeiros, A. L., Santos, S. R., & Cabral, R. W. (2012). Sistematização da assistência de enfermagem na perspectiva dos enfermeiros: Uma abordagem metodológica na teoria fundamentada. Revista Gaúcha de Enfermagem, 33(3), 174-181. doi: 10.1590/ S1983-14472012000300023
Menezes, S. R., Priel, M. R., & Pereira, L. L. (2011). Nurses’ autonomy and vulnerability in the Nursing Assistance Systematization practice. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 45(4), 953-958. doi: 10.1590/S0080-62342011000400023
Monteiro, A. K., Monteiro, A. K., Araújo, P. R., Gouveia, M. T., & Alencar, A. A. (2013). Relato de experiência: Implantação da prescrição de enfermagem em uma unidade de terapia intensiva. Revista Interdisciplinar, 6(3), 174-177. Recuperado de https://revistainterdisciplinar.uninovafapi.edu.br/ index.php/revinter/article/view/24/pdf_50
Moreira, V., Santos, C. S., Oliveira, J. C., Reis, L. A., & Lima, E. F. (2013). Sistematização da assistência de enfermagem: Desafios na sua implantação. Revista InterScientia, 1(3), 60-79. Recuperado de https:// periodicos.unipe.br/index.php/interscientia/article/view/48/45
Nery, I. S., Santos, A. G., & Sampaio, M. R. (2013). Dificuldades para a implantação sistematização da assistência de enfermagem em maternidades. Enfermagem em Foco, 4(1), 11-14. Recuperado de http:// revista.portalcofen.gov.br/index.php/enfermagem/ article/viewFile/494/184
Oliveira, A. P., Coelho, M. E., Almeida, V. C., Lisboa, K. W., & Macêdo, A. L. (2012). Sistematização da assistência de enfermagem: Implementação em uma unidade de terapia intensiva. Revista Rene, 13(3), 601-612. Recuperado de http://www.revistarene.ufc. br/revista/index.php/revista/article/view/727/pdf
Pains, K. C, Oliveira, L. P., Moreira, M. T, & Malta, T. R. (2009). Sistematização da assistência de enfermagem na prevenção de úlceras por pressão: Uma revisão literária. Recuperado de http://www.pergamum. univale.br/pergamum/tcc/Sistematizacaodaassistenciadeenfermagemnaprevencaodeulcerasporpres-saoumarevisaoliteraria.pdf
Santos, Y. C., & Silva, M. C. (2013). Implementation of the systematization of nursing care in a health institution: Experience report. Revista Enfermagem da UFPI, 2(4), 88-91. doi: 10.26694/reufpi. v2i4.1094
Silva, E. G., Oliveira, V. C., Neves, G. B., & Guimarães, T. M. (2011). Nurses’ knowledge about Nursing Care Systematization: From theory to practice. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 45(6), 1380- 1386. doi: 10.1590/S0080-62342011000600015
Silva, F. S., & Carvalho Filha, F. S. (2017). Sistematização da assistência de enfermagem a pacientes dialíticos: Dificuldades, desafios e perspectivas. Arquivos de Ciências da Saúde, 24(2), 33-37. Recuperado de http://www.cienciasdasaude.famerp.br/index.php/ racs/article/view/599/687
Truppel, T. C., Meier, M. J., Calixto, R. C., Peruzzo, S. A., & Crozeta, K. (2009). Sistematização da assistência de enfermagem em unidade de terapia inten¬siva. Revista Brasileira de Enfermagem, 62(2), 221- 227. doi: 10.1590/S0034-71672009000200008
Varela, G. C., & Fernandes, S. C. (2013). Conhecimentos e práticas sobre a sistematização da assistência de enfermagem na estratégia saúde da família. Cogitare Enfermagem, 18(1), 124-130. doi: 10.5380/ ce.v18i1.31317
Texto integral
Total: 0 registo(s)
REF_mar2017_139to146_port.pdf.pdf
REF_mar2017_139to146_eng.pdf.pdf


[ Detalhes da edição ]