Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Título:  Consulta de enfermagem e controlo de fatores de risco cardiovasculares na pessoa após síndrome coronária aguda
Autores:  Anaísa Ferreira Reveles*; Isabel Maria Henriques Simões**; Paulo Alexandre Carvalho Ferreira***
Orientadores: 
Recebido para publicação:  2017-10-24
Aceite para publicação:  2018-02-28
Secção:  ARTIGO DE INVESTIGAÇÃO (ORIGINAL)/RESEARCH PAPER (ORIGINAL)
Ano:  2018
DOI:  https://doi.org/10.12707/RIV17089
Facebook Twitter LinkedIn

Resumo
Enquadramento: A doença cardiovascular (DCV) é a mais importante causa de mortalidade em Portugal, sendo por isso uma área de intervenção prioritária. Mesmo após um evento coronário, muitos doentes mantêm comportamentos de risco cardiovascular (RCV). Desta forma, é pertinente o acompanhamento de enfermagem no controlo dos comportamentos de RCV, através do ensino de estilos de vida saudáveis e a adesão ao regime terapêutico.
Objetivos: Analisar a influência de um programa de ensino estruturado sobre o índice de massa corporal (IMC),
perímetro abdominal (PA), tensão arterial (TA), glicemia capilar (GiC), colesterol total (CT) e literacia sobre a sua situação clínica.
Metodologia: Estudo quantitativo, longitudinal, randomizado, do tipo experimental, antes e após, com grupo de controlo.
Resultados: O programa de prevenção secundária da DCV contribuiu para a redução do IMC, do PA e para a melhoria da compreensão do paciente sobre a sua situação clínica.
Conclusão: A implementação de um programa estruturado de ensino em doentes pós síndrome coronária aguda (SCA), constitui-se uma boa metodologia na melhoria do controlo dos fatores de risco cardiovasculares.


Palavras-chave
enfermagem; doenças cardiovasculares; literacia em saúde
Calixto, L., Almeida, I., Rodrigues, R., Sousa, C., Santos, C., Alencar, F., . . . Costa, F. (2013). Teste de Batalla: Avaliação do conhecimento de pacientes com diagnóstico de enfermagem Falta de Adesão sobre a hipertensão. In 8º Congresso de Cardiologia por Internet, out, 1 septiembre-30 de noviembre 2013. Recuperado de http://fac.org.ar/8cvc/llave/tl115_calixto/tl115_calixto.php
Cao, Y., Davidson, P., & DiGiacomo, M. (2009). Cardiovascular disease in China: An urgent need to enhance the nursing role to improve health outcomes. Journal of Clinical Nursing, 18(5), 687-693. doi: 10.1111/j.1365-2702.2008.02570.x
DeVon, H., Rankin, S., Paul, S., & Ochs, A. (2010). The KNOW & GO!: Program improves knowledge for patients with coronary heart disease in pilot testing. Heart & Lung, 39(6 Suppl.), S23-S33. doi: 10.1016/j.hrtlng.2010.07.017
Direção-Geral da Saúde. (2013a). Avaliação antropométrica no adulto (Orientação nº 017/2013, de 05/12/2013). Lisboa, Portugal: Autor.
Direção-Geral da Saúde. (2013b). Plano Nacional de Saúde
2012-2016. Lisboa, Portugal: Autor.
Direção-Geral da Saúde. (2015). Avaliação do Risco Cardiovascular SCORE (Systematic Coronary Risk Evaluation) (Norma nº005/2013 de 19-03-2013). Lisboa, Portugal: Autor.
Eshah, N. (2013). Predischarge education improves adherence to a healthy lifestyle among Jordanian patients with acute coronary syndrome. Nursing and Health Sciences, 15(3), 273-279. doi: 10.1111/nhs.12018
European Society of Cardiology. (2012). European Guidelines on cardiovascular disease prevention in clinical practice (version 2012). European Heart Journal, 33(13), 1635-1701. doi: 10.1093/eurheartj/ehs092
Ijzelenberg, W., Hellemans, I., van Tulder, M., Heymans, M., Rauwerda, J. Rossum, A. & Seidell, J. (2012). The effect of a comprehensive lifestyle intervention on cardiovascular risk factors in pharmacologically treated patients with stable cardiovascular disease compared to usual care: A randomized controlled trial. BMC Cardiovascular Disorders, 12(71), 1-12. doi: 10.1186/1471-2261-12-71
Jorstad, H., von Birgelen, C., Alings, A., Liem, A., van Dantzig, J., Jaarsma, W., . . . Peters, R. (2013). Effect of a nurse-coordinated prevention programme on cardiovascular risk after an acute coronary syndrome: Main results of the RESPONSE randomized trial. Heart, 99(19), 1421-1430. doi: 10.1136/heartjnl-2013-303989
Kim, S., Lee, S., Kim, G., Kang, S., & Ahn, J. (2014). Effects of a comprehensive cardiac rehabilitation programin patients with coronary heart disease in Korea. Nursing and Health Sciences, 16(4), 476-482. doi: 10.1111/nhs.12155
Leemrijse, C., van Dijk, L., Jorstad, H., Peters, R., & Veenhof, C. (2012). The effects of Hartcoach, a life style intervention provided by telephone on the reduction of coronary risk factors: A randomized trial. BMC Cardiovascular Disorders, 12(47), 1-7. doi: 10.1186/1471-2261-12-47
Neiberg, R., Wing, R., Bray, G., Reboussin, D., Rickman, A., Johnson, K., Kitabchi, A., . . . Look AHEAD Research Group. (2012). Patterns of weight change associated with long-term weight change and cardiovascular disease risk factors in the Look AHEAD Study. Obesity Journal, 20(10), 2048-2056. doi: 10.1038/oby.2012.33
Santos, R., Ramalhinho, G., Fernandes, B., Gaspar, T., Marques, A., & Fernandes, M. (2010). Adesão à terapêutica em doentes com patologia cardíaca. Nursing, 22(258), 11-20.
Santos, A., & José, H. (2011). A pessoa idosa com doença cardíaca: Dificuldades sentidas na manutenção da terapêutica medicamentos. Nursing, 23(276), 21-31.
Texto integral
Total: 0 registo(s)
REF_jun2018_33to42_port.pdf.pdf
REF_jun2018_33to42_eng.pdf.pdf


[ Detalhes da edição ]