Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Título:  Efetividade do programa de primeiros socorros em saúde mental em estudantes de enfermagem
Autores:  Luís Manuel de Jesus Loureiro; Paula Maria Figueiredo Pinto de Freitas
Orientadores: 
Recebido para publicação:  2019-10-23
Aceite para publicação:  2020-01-27
Secção:  ARTIGO DE INVESTIGAÇÃO (ORIGINAL)/RESEARCH PAPER (ORIGINAL)
Ano:  2020
DOI:  10.12707/RIV19078

Resumo
Resumo
Enquadramento: O programa de Primeiros Socorros em Saúde Mental (PSSM®) é uma das ferramentas educativas que pode contribuir de modo substancial para o incremento da literacia em saúde mental dos jovens estudantes do ensino superior.
Objetivo: Avaliar a efetividade do programa de PSSM, na literacia em saúde mental acerca da depressão e da ansiedade em estudantes de enfermagem.
Metodologia: Desenho pré-experimental, com grupo único, avaliação pré e pós intervenção, aplicado a uma amostra de 219 estudantes do 1.º ano do curso de enfermagem. Foi utilizado o Questionário de Avaliação da Literacia em Saúde Mental (QuALiSMental). Os dados foram analisados com recurso ao software IBM SPSS Statistics v24.0.
Resultados: O programa mostra-se efetivo em termos de incremento da literacia em saúde mental, observando-se mudanças estatisticamente significativas em todas as dimensões analisadas, com valores de moderados a elevados nas medidas de tamanho de efeito.
Conclusão: O programa PSSM revela ser adequado em contexto de integração dos estudantes ao ensino superior, podendo ser utilizado como medida preventiva e promotora da saúde mental.

Palavras-chave
literacia saúde mental; depressão; ansiedade; estudantes; enfermagem; primeiros socorros
Almeida, J. (2014). A saúde mental global, a depressão, a ansiedade e os comportamentos de risco nos estudantes do ensino superior: Estudo de prevalência e correlação (Tese de doutoramento). Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, Portugal. Recuperado de https://repositorio.ipcb.pt/bitstream/10400.11/2939/1/tese.pdf
Araújo, A. M., & Almeida, L. S. (2015). Adaptação ao ensino superior: O papel moderador das expectativas acadêmicas. Lumen: Educare, 1(1), 13–32. doi:10.19141/2447-5432/lumen.v1.n1.p.13-32
Associação Americana de Psiquiatria. (2014). DSM-5: Manual de diagnóstico e estatística das perturbações (5ª ed.). Porto Alegre, Brasil: Artmed Editora.
Bond, K., Jorm, A., Kitchener, B., & Reavley, N. (2015). Mental health first aid training for Australian medical and nursing students: An evaluation study. BMC Psychology, 3(1), 11. doi:10.1186/s40359-015-0069-0
Burns, S., Crawford, G., Hallett, J., Hunt, K., Chih, H., & Tilley, P. (2017). What’s wrong with John? A randomised controlled trial of mental health first aid (MHFA) training with nursing students. BMC Psychiatry,17(1), 111. doi:10.1186/s12888-017-1278-2
Gustavson, K., Knudsen, A. K., Nesvåg, R., Knudsen, G. P., Vollset, S. E., & Reichborn-Kjennerud, T. (2018). Prevalence and stability of mental disorders among young adults: Findings from a longitudinal study. BMC Psychiatry, 18(1), 65. doi:10.1186/s12888-018-1647-5
Hadlaczky, G., Hökby, S., Mkrtchian, A., Carli, V., & Wasserman, D. (2014). Mental health first aid is an effective public healthintervention for improving knowledge, attitudes, and behaviour: A meta-analysis. International Review of Psychiatry, 26(4), 467–475. doi:10.3109/09540261.2014.924910
Jorm, A. (2019). The concept of mental health literacy. In O. Bauer, U. Levin-Zamir, D. P. Pinheiro & K. Sorensen (Eds.), International handbook of health literacy: Research, practice and policy across the life-span (pp. 53-66). Bristol, United Kingdom: Policy Press.
Kelly, C., Mithen, J., Fischer, J., Kitchener, B., Jorm, A., Lowe, A., & Scanlan, C. (2011). Youth mental health first aid: A description of the program and an initial evaluation. International Journal of Mental Health Systems, 5(1), 4. doi:10.1186/1752-4458-5-4
Kutcher, S., Wei, Y., Costa, S., Gusmão, R., Skokauskas, N., & Sourander, A. (2016). Enhancing mental health literacy in young people. European Child and Adolescent Psychiatry, 25(6), 567–569. doi:10.1007/s00787-016-0867-9
Loureiro, L. (2015). Questionário de avaliação da literacia em saúde mental: QuALiSMental: Estudo das propriedades psicométricas. Revista de Enfermagem Referência, 4(4),79–88. doi:10.12707/RIV14031
Loureiro, L., & Costa, L. (2019). Avaliação do programa de primeiros socorros em saúde mental em estudantes de licenciatura em enfermagem. Revista de Enfermagem Referência, 4(20), 9-18. doi:10.12707/RIV18087
Loureiro, L., & Sousa, C. (2019). Programa de primeiros socorros em saúde mental: Estudo piloto. Revista Portuguesa de Investigação Comportamental e Social, 5(1), 72-86. doi:10.31211/rpics.2019.5.1.108
Morgan, A. J., Ross, A., & Reavley, N. J. (2018). Systematic review and meta-analysis of mental health first aid training: Effects on knowledge, stigma, and helping behaviour. PLoS ONE, 13(5), e0197102. doi:10.1371/journal.pone.0197102
Nogueira, M. C. (2017). Saúde mental em estudantes do ensino superior: Fatores protetores e fatores de vulnerabilidade (Tese de doutoramento). Universidade de Lisboa, Portugal. Recuperado de: https:// repositorio.ul.pt/bitstream/10451/28877/1/ulsd730773_td_Maria_ Nogueira.pdf
Pulido-Criollo, F., Cueto-Escobedo, J., & Guillén-Ruiz, G. (2018). Stress in nursing university students and mental health. In B. Bernal-Morales (Ed.), Health and academic achievement (pp. 31–45). Recuperado de https://www.intechopen.com/books/health-and-academic-achievement
Ribeiro, I. J., Pereira, R., Freire, I. V., Oliveira, B. G., Casotti, C. A., & Boery, E. N. (2017). Stress and quality of life among university students: A systematic literature review. Health Professions Education, 4(2), 70–77. doi:10.1016/j.hpe.2017.03.002
Silva, P., Borrego, R., Ferreira, V. S., Lavado, E., Melo, R., Rowland J., & Truninger, M. (2015). Consumos e estilos de vida no ensino superior: O caso dos estudantes da ULisboa : 2012. Recuperado de http://www.sicad.pt/BK/EstatisticaInvestigacao/EstudosConcluidos/ Lists/SICAD_ESTUDOS/Attachments/154/Monografia.pdf
Van Rooij, E. C. M., Jansen, E. P. W. A., & van de Grift, W. J. (2018). First-year university students’ academic success: The importance of academic adjustment. European Journal of Psychology of Education,33(4), 749–767. doi:10.1007/s10212-017-0347-8
World Health Organization. (2013). Health literacy: The solid facts. Copenhagen, Denmark: Author. Recuperado de: https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/128703/e96854.pdf
Texto integral
Total: 0 registo(s)
REF_mar2020_e19078_eng.pdf
REF_mar2020_e19078_port.pdf


[ Detalhes da edição ]