Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Título:  Perceção sobre a importância do aleitamento materno pelas mães e dificuldades enfrentadas no processo de amamentação
Autores:  Isanete Coelho de Moraes ; Nayara de Lima Sena ; Hyana Kamila Ferreira de Oliveira; Firmina Hermelinda Saldanha Albuquerque; Karla Maria Carneiro Rolim; Henriqueta Ilda Verganista Martins Fernandes ; Nair Chase da Silva
Orientadores: 
Recebido para publicação:  2019-09-29
Aceite para publicação:  2020-05-18
Secção:  ARTIGO DE INVESTIGAÇÃO (ORIGINAL)/RESEARCH ARTICLE (ORIGINAL)
Ano:  2020
DOI:  10.12707/RIV19065
Facebook Twitter LinkedIn

Resumo
Enquadramento: O aleitamento materno (AM) oferece benefícios comprovados tanto para a mãe como para o bebé.
Objetivo: Conhecer a perceção das mães sobre a importância do AM e identificar as principais dificuldades enfrentadas para a prática do AM e/ou da sua manutenção.
Metodologia: Estudo descritivo, transversal de natureza quantitativa com 50 mães de crianças registadas em 2 unidades básicas de saúde de Coari - Amazonas, Brasil. Utilizou-se um guião de entrevista semiestruturado.
A análise foi realizada através do software Excel 2010 e IBM SPSS Statistics, versão 23.0.
Resultados: A perceção das mães sobre o AM foi positiva, 40 (80%) descreveram corretamente os benefícios para a mãe e 42 (84%) para a criança, 23 (46%) afirmaram dificuldades no processo de amamentação, sendo os mais recorrentes o ingurgitamento mamário e lesões mamilares (13; 56,5%).
Conclusão: As mães demonstraram conhecimento sobre a importância do AM, o ingurgitamento mamário e lesões mamilares foram as dificuldades apontadas mais recorrentes, podendo estas ser revertidas
através de uma correta orientação pelos profissionais de saúde.


Palavras-chave
aleitamento materno; saúde da criança; saúde da mulher
Alvarenga, S., Castro, D. S., Leite, F. M., Brandão, M. A., Zandonade, E., & Primo, C. C. (2017). Fatores que influenciam o desmame precoce. Aquichan, 17(1), 93-103. doi:10.5294/aqui.2017.17.1.9
Campos, A. M., Chaoul, C. O., Carmona, E. V., Higa, R., & Vale, I. N. (2015). Prática de aleitamento materno exclusivo informado pela mãe e oferta de líquidos aos seus filhos. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 23(2), 283-290. doi:10.1590/0104-1169.0141.2553
Coutinho, A. C., Soares, A. C., & Fernandes, O. S. (2014). Conhecimentos das mães sobre os benefícios do aleitamento materno à saúde da mulher. Revista de Enfermagem UFPE, 8(5), 1213-1220. doi: doi:10.5205/reuol.5863-50531-1-ED.0805201415
Lima, A. P., Nascimento, D. S., & Martins, M. M. (2018). A prática do aleitamento materno e os fatores que levam ao desmame precoce: Uma revisão integrativa. Journal of Health & Biological Sciences, 6(2), 189-196. doi:10.12662/2317-3076jhbs.v6i2.1633.
Machado, M. C., Assis, K. F., Oliveira, F. C., Ribeiro, A. Q., Araújo, R. M., Cury, A. F., Priore, S. E., & Franceschini, S. C. (2014). Determinantes do abandono do aleitamento materno exclusivo: Fatores psicossociais. Revista de Saúde Pública, 48(6), 985-994.doi:10.1590/S0034-8910.2014048005340
Ministério da Saúde. (2015). Saúde da criança: Aleitamento materno e alimentação complementar (2ª ed.). Brasília, Brasil: Autor. Recuperado de https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_crianca_aleitamento_materno_cab23.pdf
Ministério da Saúde. (2009). II pesquisa de prevalência de aleitamento materno nas capitais Brasileiras e distrito federal. Brasília, Brasil: Autor.
Moraes, J. T., Oliveira, V. A. , Alvin, E. A., Cabral, A. A., & Dias, J. B. (2014). Percepção da nutriz frente aos fatores que levam ao desmame precoce em uma unidade básica de saúde de Divinópolis/MG. Revista de Enfermagem do Centro Oeste Mineiro, 4(1), 971-982. doi:10.19175/recom.v0i0.446
Rea, M. F. (2004). Os benefícios da amamentação para a saúde da mulher. Jornal de Pediatria, 80(5), 142-146. doi:10.1590/S0021-75572004000700005
Ribeiro, E. M., Said, R. A., Vieira, M. P., Rocha, I. L., & Gomes, D. M. (2004). O conhecimento das mães sobre aleitamento materno no Hospital São Lucas: Juazeiro do Norte. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, 17(4), 170-176. doi:10.5020/696
Rocci, E., & Fernandes, R. A. (2014). Dificuldades no aleitamento materno e influência no desmame precoce. Revista Brasileira de Enfermagem, 67(1), 22-27. doi:10.5935/0034-7167.20140002
Silva, K. M., Goetz, E. R., & Santos, M. V. (2017). Aleitamento materno: Conhecimento das gestantes sobre a importância da amamentação na Estratégia de saúde da família. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 21(2), 111-118. doi:10.22478/ufpb.2317-6032.2017v21n2.18116
Silva, L. L., Cirino, I. P., Santos, M. S., Oliveira, E. A., Sousa, A. F., & Lima, L. H. (2018). Prevalência do aleitamento materno exclusivo e fatores de risco. Saúde e Pesquisa Maringá, 11(3), 527-534. doi:10.17765/1983-1870.2018v11n3p527-534
Souza, S., Araújo, R., Teixeira, J., & Mota, T. (2016). Breastfeeding: Factors affecting the early weaning between adolescent mothers. Journal of Nursing UFPE on line, 10(10), 3806-3813. doi:10.5205/1981-8963-v10i10a11446p3806-3813-2016
Tessari, W., Soares, L., Soares, L., & Abreu, I. (2019). Percepção de mães e pais adolescentes sobre o aleitamento materno. Enfermagem em Foco, 10(2). doi:10.21675/2357-707X.2019.v10.n2.1865
Victora, C. G., Fuchs, S. C., Barros, A. J., & Francisco, A. (2000). Effect of breastfeeding on infant and child mortality due to infectious diseases in less developed countries: A pooled analysis: WHO collaborative study team on the role of breastfeeding on the prevention of infant mortality. The Lancet, 355(9202), 451-455. doi:10.1016/S0140-6736(00)82011-5
Wenzel, D., & Souza, S. B. (2014). Fatores associados ao aleitamento materno nas diferentes regiões do Brasil. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, 14(3), 241-249. doi:10.1590/S1519-38292014000300005
World Health Organization. (2007). Indicators for assessing infant and young child feeding practices: Part 1 definitions: Conclusions of a consensus meeting held 6-8 November. Washington, USA: Author. Recuperado de https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/43895/9789241596664_eng.pdf;jsessionid=-92CA6CF78CCFF1A0FF49A3DB619D7F9A?sequence=1
Texto integral
Total: 0 registo(s)
REF_jun2020_e19065_eng.pdf
REF_jun2020_e19065_port.pdf


[ Detalhes da edição ]