Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Título:  Vivências de adolescentes com diabetes mellitus tipo 1
Autores:  Elisangela Argenta Zanatta; Maira Scaratti; Carla Argenta; Ângela Barichello
Orientadores: 
Recebido para publicação:  2020-04-09
Aceite para publicação:  2020-10-08
Secção:  ARTIGO DE INVESTIGAÇÃO (ORIGINAL)/RESEARCH ARTICLE (ORIGINAL)
Ano:  2020
DOI:  10.12707/RV20044
Facebook Twitter LinkedIn

Resumo
Enquadramento: A diabetes mellitus tipo 1 é uma doença crónica que afeta frequentemente adolescentes, exigindo maturidade, responsabilidade, aceitação e cuidados constantes.
Objetivos: Compreender como é para os adolescentes viver com diabetes mellitus tipo 1 e descrever o perfil sociodemográfico dos adolescentes com diabetes mellitus tipo 1.
Metodologia: Pesquisa exploratória, descritiva, quantiqualitativa, com 61 adolescentes, diagnosticados com diabetes mellitus tipo 1, seguidores da página do facebook Diabética tipo Ruim.
Resultados: A maioria dos participantes é do sexo masculino (78,68%), cor da pele branca (60,65%), estudante (80,16%), residente na região sudeste do Brasil (40,98%), com idade entre 15 e 18 anos (60,65%). Os sentimentos em relação ao diagnóstico foram medo (31,66%), tristeza (22,95%) e revolta (14,75%). Os dados qualitativos foram discutidos em três categorias: Impacto do diagnóstico de diabetes mellitus na vida dos adolescentes; Aceitar a doença para viver melhor; Família, amigos e profissionais de saúde como rede de apoio.
Conclusão: A diabetes mellitus produz um grande impacto na rotina do adolescente, requerendo autocuidado e rede de apoio constituída por família, amigos e profissionais de saúde.

Palavras-chave
adolescente; diabetes mellitus tipo 1; enfermagem; doença crónica
Amado, C. R., Leal, M. M., & Saito, M. I. (2014). Adolescência Prevenção e Risco (3ª ed). São Paulo, Brasil: Atheneu.
Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. São Paulo, Brasil: Edições 70.
Borges, D., & Lacerda, J. T. (2018). Actions aimed at the diabetes mellitus control in primary health care: A proposal of evaluative model. Saúde em Debate, 42(116), 162-178. doi:10.1590/0103-1104201811613
Cavini, F. L., Gonçalves, K. A., Cordeiro, S. M., Moreira, D. S., & Resck, Z. M. (2016). Experiences of diabetic adolescents: A phenomenological approach. Journal of Nursing UFPE on-line, 10 (Supl. 2), 805-813. doi:10.5205/reuol.6884-59404-2-SM-1.1002sup201615
Collet, N., Batista, A. F., Nóbrega, V. M., Souza, M. H., & Fernandes, L. T. (2018). Self-care support for the management of type 1 diabetes during the transition from childhood to adolescence. Revista da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, 52(e03376), 1-9. doi:10.1590/s1980-220x2017038503376
Conselho Nacional de Saúde. (2012). Resolução nº 466. Recuperado de https://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf
Conte, A. F, & Riveros, J. R. (2018). Sentimentos vivenciados pelos adolescentes portadores de diabetes mellitus tipo 1. Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba, 20(4),218-222. doi:10.23925/1984-4840.2018v20i4a7
Cruz, D. S., Silva, K. L., Souza. J. T., Nóbrega, M. M., Reichert, A. P., Marques, D. K., & Collet, N. (2018). Vivência de adolescentes com diabetes mellitus na perspectiva da ética da alteridade. Acta Paulista de Enfermagem, 31(2), 130-136. doi:10.1590/1982-0194201800020
DeFronzo, R. A, Ferrannini E., Groop, L, Henry R. R., Herman, W. H., Holst, J. J.,... Weiss, R. (2015). Type 2 diabetes mellitus. Nature Reviews Disease Primers, 1, 15019. doi:10.1038/nrdp.2015.19
Flora, M. C., & Gameiro, M. G. (2016). Autocuidado dos adolescentes com diabetes mellitus tipo 1: Conhecimento acerca da doença. Revista de Enfermagem Referência, 4(8), 17-26. doi10.12707/RIV15024
Gomes, G. C., Moreira, M. A., Silva, C. D., Mota, M. S., Nobre, C. M., & Rodrigues, E. (2019). Vivências do familiar frente ao diagnóstico de diabetes mellitus na criança/adolescente. Journal of Nursing and Health, 9(1), e199108. doi10.15210/JONAH.V9I1.13393
International Diabetes Federation. (2017). International Diabetes Federation: Atlas (8th ed.). Recuperado de https://www.idf.org/e--library/epidemiology-research/diabetesatlas/134-idf-diabetes--atlas-8th-edition.html
Malaquias, T. S., Marques, C. C., Faria, A. C., Pupulim, J. S., Marcon, S. S., & Higarashi, I. H. (2016). The division of the care of the child or adolescent with type 1 diabetes with the family. Revista Cogitare Enfermagem, 21(6), 1-7. doi:10.5380/ce.v21i4.42010
Nass, E. M., Marcon, S. S., Teston, E. F., Reis, P., Peruzzo, H. E., Monteschio, L. V., … Haddad, M. C. (2019). Perspectiva de jovens com diabetes sobre intervenção educativa na rede social Facebook®. Acta Paulista de Enfermagem, 32(4), 390-397. doi:10.1590/1982-0194201900054
Pfrimer, E. O., Afonso, E. T., Lima, F. H., & Abe, A. (2018). O adolescente com doença crônica. Recuperado de https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/artigo-adolescente-doencacronica.pdf
Silva, J. A., Amorim, K. P., Valença, C. N., & Souza, E. C. (2018). Experiências, necessidades e expectativas de pessoas com diabetes mellitus. Revista Bioética, 26(1), 95-101. doi:10.1590/1983-80422018261230
Sociedade Brasileira de Diabetes. (2019). Diretrizes: Sociedade Brasileira de Diabetes 2019-2020. São Paulo, Brasil: Clannad. Recuperado de https://www.diabetes.org.br/profissionais/images/DIRETRIZES-COMPLETA-2019-2020.pdf
Texto integral
Total: 0 registo(s)
REF_nov2020_e20044_port.pdf
REF_nov2020_e20044_eng.pdf


[ Detalhes da edição ]