Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Título:  Intercâmbio académico internacional: uma oportunidade para a formação do futuro enfermeiro
Autores:  Jordana Lopes Carvalho*; Dirce Stein Backes**; Maria de Lurdes Lopes de Freitas Lomba***;
Juliana Silveira Colomé****
Orientadores: 
Recebido para publicação:  2016-03-16
Aceite para publicação:  2016-07-18
Secção:  Artigo
Ano:  2016
DOI:  http://dx.doi.org/10.12707/RIV16018

Resumo
Enquadramento: O intercâmbio académico internacional possibilita novos conhecimentos científicos e culturais, incluindo tecnologias em saúde, partilha de saberes e experiências e ampliação das oportunidades profissionais.
Objetivos: Identificar os benefícios do intercâmbio para a formação do enfermeiro, na perspetiva dos estudantes.
Metodologia: Pesquisa exploratório-descritiva de cariz qualitativo. Participaram no estudo 17 estudantes que realizaram programas de mobilidade internacional no Centro Universitário Franciscano – Santa Maria/RS/Brasil e na Escola Superior de Enfermagem de Coimbra/Portugal. Os dados foram colhidos através de entrevistas semiestruturadas e submetidos à análise temática de conteúdo.
Resultados: A análise dos dados resultou em 3 categorias: A saúde no país de origem vs. país de intercâmbio – contextualizando saberes e vivências profissionais, Intercâmbio académico – possibilidade de desenvolvimento da autonomia dos estudantes e, Ampliando horizontes – contribuições culturais no processo do intercâmbio académico.
Conclusão: Os processos de intercâmbio permitem a aproximação dos estudantes a novas realidades práticas e de investigação, o que contribui para a formação do estudante e um melhor desempenho profissional como enfermeiro, no futuro.

Palavras-chave
educação profissionalizante; intercâmbio educacional internacional; enfermagem
Babadué, R. M., Carnevale, F., Paula, C. C., Padoin, S. M., & Neves, E. T. (2013). Participação em programa de intercâmbio internacional: Contribuições da experiência de graduação-sanduíche em enfermagem. Revista de Enfermagem da UFSM, 3(3), 555-562. doi: 10.5902/2179769291577922
Balsanelli, A. P., & Cunha, I.C. (2015). Liderança do enfermeiro em unidade de terapia intensiva e sua relação com ambiente de trabalho. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 23(1), 106-113. doi: 10.1590/0104-1169.0150.2531
Castro, A. A., & Cabral Neto, A. (2012). O ensino superior: A mobilidade estudantil como estratégia de internacionalização na América Latina. Revista Lusófona de Educação, 21(21), 69-96. Retrieved from http://revistas.ulusofona.pt/index.php/rleducacao/article/view/3082
Conselho Nacional de Saúde, Comissão Nacional de Ética em Pesquisa. (2012). Normas para pesquisas envolvendo seres humanos: Manual resolução CNS n° 466/12 e outras. Brasília, Brasil: Autor.
Dalmoni, I. S., Pereira, E. R., Silva, R. M., Gouveial, M. J., & Sardinheiro, J. J. (2013). Intercâmbio acadêmico cultural internacional: Uma experiência de crescimento pessoal e científico. Revista Brasileira de Enfermagem, 3(66), 442-447. doi: 10.1590/S0034-71672013000300021
Decreto nº 7.642/2011 de 13 de Dezembro de 2011. Presidência da República. Brasília, Brasil. Retrieved from https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/decreto/d7642.htm
European Commission. (2016). Education and training: Supporting education and training in Europe and beyond. Retrieved from http://ec.europa.eu/education/tools/statistics_en.htm Fahey, J., & Kenway, J. (2010). International academic mobility: Problematic and possible paradigms. Discourse: Studies in the Cultural Politics of Education, 31(5), 563-575. doi: 10.1080/01596306.2010.516937
Fassarella, C. S., Silva, L. D., & Figueiredo, M. C. (2013). Doutorado em enfermagem em regime de cotutela internacional: Uma possibilidade a ser experimentada. Revista enfermagem da UERJ, 21(5), 682-686. Retrieved from http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/enfermagemuerj/article/view/10055/7838
Fraser, M. T., & Gondim, S. M. (2004). Da fala do outro ao texto negociado: Discussões sobre a entrevista na pesquisa qualitativa. Paidéia, 14(28), 139-152. doi: 10.1590/S0103-863X2004000200004
International Academic Mobility. (2002). Formative evaluation of the International Academic Mobility initiative: Final report. Retrieved from http://files.eric.ed.gov/fulltext/ED519582.pdf
Krahl, M., Slobeslak, F., Poletto, D. S., Casarin, R. G., Knof, L. A., Carvalho, J., & Motta, L. A. (2009). Experiência dos acadêmicos de enfermagem em um grupo de pesquisa. Revista Brasileira de Enfermagem, 62(1), 146-150. doi: 10.1590/S0034-71672009000100023
Minayo, M. C. (Org.). (2010). Pesquisa social: Teoria, método e criatividade (14ª ed.). Petrópolis, Brasil: Vozes.
Oliveira, M. G., & Pagliuca, L. M. (2012). Programa de mobilidade acadêmica internacional em enfermagem: Relato de experiência. Revista Gaúcha de Enfermagem, 33(1), 195-198. doi: 10.1590/S1983-14472012000100026
Regulation (eu) no 1288/2013 of 11 December. Official Journal of the European Union L 347/50 of 2013. The European Parliament and the Council of the European Union. Brussels, Belgium
Santos, W. A., Leite, B. S., & Valente, G. S. (2014). O intercâmbio acadêmico internacional como estratégia educativa cultural: Relato de experiência. Revista Enfermagem Profissional, 1(2), 304-314. Retrieved from http://www.seer.unirio.br/index.php/enfermagemprofissional/article/view/3693/pdf_1407
Schaurich, D., Cabral, F. B., & Almeida, M. A. (2007). Metodologia da problematização no ensino em Enfermagem: Uma reflexão do vivido no PROFAE / RS. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem, 11(2), 318–324. doi: 10.1590/S1414-81452007000200021
Silva, J. P., Garanhani, M. L., & Peres, A. M. (2015). Sistematização da assistência de enfermagem na graduação: Um olhar sob o pensamento complexo. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 23(1), 59-66. doi: 10.1590/0104-1169.0096.2525
Souza, K. V. (2008). Intercâmbio educacional internacional na modalidade doutorado sanduíche em enfermagem: Relato de experiência. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem, 12(2), 358-363. doi: 10.1590/S1414-81452008000200025
Texto integral
Total: 0 registo(s)
06 Rev. Enf. Ref_ RIV16018 ING.pdf
06 Rev. Enf. Ref_ RIV16018.pdf


[ Detalhes da edição ]