Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Título:  Saúde mental e comportamentos da esfera suicidária dos adolescentes duma região insular portuguesa
Autores:  Márcia Fernanda Bettencourt Vieira Neves*; José Carlos Santos**
Orientadores: 
Recebido para publicação:  2015-06-01
Aceite para publicação:  2016-05-13
Secção:  Artigo
Ano:  2016
DOI:  http://dx.doi.org/10.12707/RIV15028

Resumo
Enquadramento: Os comportamentos suicidários nos adolescentes representam uma área prioritária em termos de saúde pública.
Objetivos: Os comportamentos suicidários são uma área pouco estudada na região dos Açores, e os poucos estudos existentes com adolescentes nesta área incluem jovens de Portugal Continental. Pretende-se com este trabalho estudar a população adolescente estudante da região insular de modo a conhecer a realidade atual e planear projetos de intervenção comunitária nesse âmbito, por forma a dar resposta às necessidades identificadas.
Metodologia: Estudo não experimental, quantitativo e descritivo- -correlacional uma vez que serve para descrever fenómenos e encontrar relações entre variáveis.
Resultados: Amostra de 484 estudantes, mostram taxas de comportamentos autolesivos totalizando 17,9%, sendo 12,7% por cortes deliberados e 5,2% por toma de comprimidos ou tóxicos. Cerca de 15,5% apresentam ideação suicida. Apresentam ainda níveis elevados de sintomatologia depressiva (19,9%), sendo 12% considerada moderada e 7,9% severa.
Conclusão: Os adolescentes apresentam mais comportamentos autolesivos, maior sintomatologia depressiva, menor autoconceito e menor coping que populações semelhantes no continente.

Palavras-chave
saúde mental; adolescente; comportamento autodestrutivo; epidemiologia; escola
Avenevoli, S., Swendsen, J., He, J., Burstein, M., & Merikangas, K. (2015). Major depression in the National Comorbidity Survey-Adolescent Supplement: Prevalence, correlates and treatment. Journal of the American Academy of Child & Adolescent Psychiatry, 54(1), 37-44. doi: 10.1016/j.jaac.2014.10.010
Borges, V., Werlang, B., & Copatti, M. (2008). Ideação suicida em adolescentes de 13 a 17 anos. Barbarói, 28, 109-123.
Bridge, J. A., Goldstein, T. R., & Brent, D. A. (2006). Adolescent suicide and suicidal behavior. Journal of Child Psychiatry, 47(3/4), 372-394. doi:10.1111/j.1469-7610.2006.01615.x
Carvalho, A. A., & Mateus, P. (2016). Portugal: Saúde Mental em números: Programa Nacional para a Saúde Mental. Lisboa, Portugal: Direcção-Geral da Saúde.
Cordeiro, R., Claudino, J., & Arriaga, M. (2006). Depressão e suporte social em adolescentes e jovens adultos. Revista Iberoamericana de Educación, 39(6), 1-10.
Ferreira, M., & Nelas, P. B. (2006). Adolescências... Adolescentes.... Millenium, 32, 141-162. Retrieved from http://hdl.handle.net/10400.19/409
Guerreiro, D., Cruz, D., Frasquilho, D., Santos, J., Figueira, L., & Sampaio, D. (2013). Association between deliberate self-harm and coping in adolescents: A critical review of the Last 10 Years. Archives of Suicide Research, 17(2), 91–105. doi: 10.1080/13811118.2013.776439
Guerreiro, D., Sampaio, D., Figueira, M., & Madge, N. (2015). Self-harm in adolescents: A self-report survey in schools from Lisbon, Portugal. Archives of Suicide Research. Advanced online publication. doi: 10.1080/13811118.2015.1004480
Hawton, K., Saunders, K., & O’Connor, R. (2012). Self-harm and suicide in adolescents. Lancet, 379(9834), 2373-2382. doi: 10.1016/S0140-6736(12)60322-5
Madge, N., Hawton, K., Mcmahon, E. M., Corcoran, P., Leo, D. D., Wilde, E. J., . . . Aresman, E. (2011). Psychological characteristics, stressful life events and deliberate self-harm: Findings from the Child & Adolescent Self-harm in Europe (CASE) study. European Child Adolescent Psychiatry, 20(10), 499-508. doi: 10.1007/s00787-011-0210-4
Martins, A. M. (2000). As manifestações clínicas da depressão na adolescência (Dissertação de mestrado). Retrieved from http://hdl.handle.net/10216/10115
Park, Y. J., Ryu, H., Han, K. S., Kwon, J. H., Kim, H. K., Kang, H. C., ... Shin, H. (2010). Anger, anger expression, and suicidal ideation in Korean adolescents. Archives of Psychiatric Nursing, 24(3), 168-177. doi: 10.1016/j.apnu.2009.04.004
Poletto, M., & Koller, S. H. (2009). Resiliência: Uma perspectiva conceitual e histórica. In D. D. Aglio, S. H. Koller & M. Yunes (Eds.), Resiliência e psicologia positiva: Interfaces do risco à proteção (pp. 19-44). São Paulo, Brasil: Casa do Psicólogo.
Pompili, M., Innanorati, M., Girardi, P., Tatarelli, R., & Lester D. (2011). Evidence-based interventions for preventing suicide in youths. In M. Pompili & R. Tatarelli (Eds.), Evidence-based practice in suicidology: A source book (pp. 171-210). Canada: Hogrefe & Huber Publishers.
Sampaio, D. (2006). Lavrar o mar: Um novo olhar sobre o relacionamento entre pais e filhos. Lisboa, Portugal: Editorial Caminho.
Santos, J., Erse, M., Façanha, J., Marques, L., & Simões, R. (2014). +Contigo: Promoção de saúde mental e prevenção de comportamentos suicidários na comunidade educativa. Coimbra, Portugal: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra.
Saraiva, C. B. (2006). Psicopatologia e prática clínica. In B. Peixoto, C. B. Saraiva & D. Sampaio (Coords.), Comportamentos suicidários em Portugal (pp 275-300). Coimbra, Portugal: Sociedade Portuguesa de Suicidologia.
Tap, P., Costa, E., & Alves, M. (2005). Escala Toulousiana de Coping (ETC): Estudo de adaptação à população portuguesa. Psicologia, Saúde e Doenças, 6(1), 47-56.
Thapar, A., Collishaw, S., Pine, D., & Thapar, A. K. (2012). Depression in adolescence. The Lancet, 379(9820), 1056-1067. doi: 10.1016/S0140-6736(11)60871-4
Veiga, F. (2006). Uma nova versão da escala de autoconceito Piers-Harris Children`s Self-concept Scale (PHCSCS-2). Psicologia e Educação, 5(1), 39-48.
World Health Organization, & International Association for Suicide Prevention. (2016). World Suicide Prevention Day: 10 September, 2012. Retrieved from http://www.iasp.info/wspd/index.php
Texto integral
Total: 0 registo(s)
08 Rev. Enf. Ref_ RIV15028 ING.pdf
08 Rev. Enf. Ref_ RIV15028.pdf


[ Detalhes da edição ]