Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Nome da revista:  Revista de Enfermagem Referência Iª Série
Edição:  11
Data da edição:  2004-03-01
Comentários:  Revista de Educação e Formação em Enfermagem
Editorial:  A evolução do ensino superior de enfermagem em Portugal nas últimas décadas pode ser retratada como uma história de sucesso embora com alguns fracassos. Sucesso na crescente qualificação do corpo docente retratado no aumento significativo do número de mestrados e doutoramentos e de outras formações ao nível científico e pedagógico, da qual tem resultado melhoria da qualidade do ensino e dos cuidados. Mas é de igual modo uma história com alguns aspectos menos positivos, empane resultantes dessa evolução demasiado rápida, não dando espaço para a criação e sedimentação de regras esquecendo-se, por vezes, que uma instituição de ensino superior deve ser o resultado de tradições culturais e científicas e não um local onde o poder e as grandes solicitações do mercado de trabalho determinam o seu funcionamento. Isto porque, apesar da inegável necessidade de enfermeiros, não nos podemos esquecer que a quantidade é por vezes inimiga da qualidade.
Uma política de qualidade passa fundamentalmente pela independência e autoridade científica dos actores no processo de ensino-aprendizagem. Importa pois manter o bom senso e o equilíbrio entre as necessidades deformação e a necessidades de aperfeiçoamento do modelo pedagógico, revendo os aspectos que necessitam de mudança, garantindo o respeito pela excelência do ensino e consequentemente dos cuidados.
Uma visão humanista do ensino de enfermagem, assente na ciência, na cultura e na investigação, deve recusar uma perspectiva tecnocrática, fundada no deve e haver característico de uma visão comercial do ensino e da aprendizagem, que de modo algum contribuem para realização pessoal e profissional dos enfermeiros. - Â articulação entre ensino e investigação científica é uma das directivas políticas para o ensino superior a que as Escolas de Enfermagem não podem deixar de prestar atenção. Isto passa pela articulação entre o ensino e a investigação, quer sob o ponto de vista da organização curricular, quer na óptica dos professores e estudantes. É importante, por isso, criar mecanismos de publicação do potencial científico, de modo a que todos possam aproveitar dos seus resultados, contribuindo para a construção da sociedade baseada no conhecimento.
Só assim a Escola, enquanto instituição de ensino superior, assume o princípio de que o futuro da humanidade depende, em larga medida, do desenvolvimento cultural, científico e técnico que se forja em centros de cultura, de conhecimento e de investigação, dando resposta à Magna Carta de Bolonha, assinada por Portugal que aponta a actividade didáctica como indissociável da investigação. Uma vez que não é possível resolver os problemas do ensino superior sem a coexistência da transmissão de conhecimento e criação de conhecimento. Logo, o caminho a seguir não pode ser outro senão o equilíbrio entre as actividades de ensino e de investigação científica.
O reconhecimento da importância da enfermagem baseada na evidência adquire primordial destaque, dado que parece não restarem dúvidas que só mediante estudos sistemáticos e rigorosos dos fenómenos directamente relacionados com a prática dos cuidados — estudos que demonstrem duma forma clara o impacto dos cuidados de enfermagem na saúde dos indivíduos —. é que os enfermeiros podem construir a sua base de conhecimento e fazer pane integrante do sistema de saúde. Isto só será possível com a realização de projectos de investigação em parceria com as Instituições de Saúde e com a divulgação dos resultados das pesquisas efectuadas.
Apesar de as instituições de ensino superior estarem sujeitas mais do nunca às forcas sociais e económicas exteriores, há que continuar a privilegiar o ensino e os métodos de aprendizagem, a investigação e a sua articulação com o ensino e a inovação e o relacionamento institucional com a sociedade, pois só assim caminharemos para um ensino de qualidade e para a sociedade do conhecimento.
Por tudo isto, a revista Referência continua a ser uma mais-valia da Escola e de todos os que a ela queiram recorrer, cuja missão fundamental é Jazer a divulgação das investigações efectuadas por professores, estudantes e enfermeiros.

Maria Teresa Calvário Antunes
Directora
Ficha técnica:  Ver ficha técnica

Secção Enfermagem... No tempo
Total: 1 registo(s)
A Enfermagem Portuguesa: Referências Históricas
Aliete Pedrosa - Pós-graduada em Direitos Humanos e Democratização e Direito da Medicina pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.

Secção Artigo
Total: 5 registo(s)
Competências Maternas Auto-Percebidas no Contexto da Prematuridade
Sílvia Maria Neto Marques - Enfermeira graduada no Hospita de São Sebastião - Santa Maria da Feira. Maria Goreti Santos Sá - Enfermeira graduada na Maternidade Bissaya Barreto - Coimbra.
Estudo de Adaptação da Escala de Satisfação com o Suporte Social em Doentes Submetidos e Revascularização do Miocárdio
Teresa Jesus Rodrigues Ferreira - Professora-Coordenadora na Escola Superior de Enfermagem de São João - Porto José Luis Pais Ribeiro - Professor Associado da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação - Universidade do Porto Manuel Domingos de Meira Santos Guerreiro - Doutor em Cirurgia pela Faculdade de Medicina - Universidade do Porto.
Interacção em Sala de Aula: Observação e Análise.
Carlos Melo Dias - Assistente do 1º Triénio da Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca. José António Morais - Professor Coordenador da Escola Superior de Educação - Instituto Politécnico de Beja.
Nível de Conhecimentos Preventivos de Úlcera do Pé Diabético e Auto-Cuidado.
André Ganho Pereira Athayde - Enfermeiro de nível I nos Hospitais da Universidade de Coimbra. Andreia Catarina Várzeas Ferreira - Enfermeiro de nível I nos Hospitais da Universidade de Coimbra.
Questionário de Avaliação da Sobrecarga do Cuidador Informal (QASCI) - Reavaliação das Propriedades Psicométricas
Teresa Martins - Professora Adjunta na Escola Superior de Enfermagem de São João - Porto José Pais Ribeiro - Professor Associado da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação - Universidade do Porto. Carolina Garrett - Professora Auxiliar da Faculdade de Medicina - Universidade do Porto.

Secção Fichas Técnicas
Total: 2 registo(s)
Cuidados de Enfermagem ao Doente com Necessidade de Nutrição Parenteral
Maria Salomé Dias de Matos
Prática Reflexiva: Guia para a Reflexão Estruturada.
Elvira Santos - Professora Adjunta na Área Científica de Enfermagem de Saúde Infantil e Pediátrica da Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca. Ananda Fernandes - Professora Coordenadora na Área Científica de Enfermagem de Saúde Infantil e Pediátrica da Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca.

Secção Apontamentos... Para a história
Total: 1 registo(s)
No Tempo em que se Afiavam Agulhas
Nídia Salgueiro - Professora Aposentada da Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca.



[ Voltar ]