HTTP/1.1 200 OK Date: Wed, 05 Aug 2020 14:03:45 GMT Server: Apache/2.2.9 (Debian) PHP/5.2.6-1+lenny16 with Suhosin-Patch proxy_html/3.0.0 mod_ssl/2.2.9 OpenSSL/0.9.8g X-Powered-By: PHP/5.2.6-1+lenny16 Set-Cookie: PHPSESSID=290afeddbc02f24492fc13daa56a32a7; path=/ Expires: Thu, 19 Nov 1981 08:52:00 GMT Cache-Control: no-store, no-cache, must-revalidate, post-check=0, pre-check=0 Pragma: no-cache Access-Control-Allow-Origin: * Keep-Alive: timeout=15, max=99 Connection: Keep-Alive Transfer-Encoding: chunked Content-Type: text/html; charset=iso-8859-1 f102 Escola Superior de Enfermagem de Coimbra | ESEnfC - Revista Referência
Websites | Serviços | Webmail | Ferramentas | Área reservada

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional
Nome da revista:  Revista de Enfermagem Referência Iª Série
Edição:  4
Data da edição:  2000-05-01
Comentários:  Revista de Educação e Formação em Enfermagem
Editorial:  O número 4 da Revista REFERÊNCIA que ora se publica constitui a entrada no seu terceiro ano de vida, uma vez que o seu primeiro número (número 0) foi apresentado a público em Janeiro de 1998.
Foi um período, como acontece em quase todos aqueles que ocorrem numa fase de arranque e implementação de uma iniciativa nova, que exigiu um grande investimento, um enorme esforço e o enfrentar de imensas dificuldades por parte de um significativo número de docentes, bem como das estruturas organizativas da Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca.
Em termos de desenvolvimento humano, sabemos que o período de um ano e meio a dois anos é o espaço de tempo em que a mãe mantém uma relação de simbiose com o seu bebé, período em que, progressivamente, a mesma o deve ir libertando afim de o deixar crescer e se desenvolver, no sentido de uma plena independência e autonomia.
É nosso entendimento que idêntico procedimento deve ocorrer relativamente a uma diversidade de acontecimentos do dia a dia, nomeadamente no que concerne ao "nascimento" e "desenvolvimento" da REFERÊNCIA: depois de um período de gestação muito longo, diríamos demasiado longo, nasceu há cerca de dois anos e tem-se mantido nesta relação simbiótica, mais ou menos intensa, com a Escola que lhe deu origem; parece-nos, de igual modo, chegado o momento de se ensaiarem mudanças cautelosas e progressivas, no sentido da sua separação e individuação que a tornem autónoma e independente, fenómeno esse que já se iniciou com um processo sumário de auto-avaliação do qual vieram a resultar algumas pequenas alterações na sua estrutura organizativa que certamente irão ocorrer, posteriormente, a outros níveis.
Então, perguntar-se-á, esta ideia preconiza que se deve caminhar no sentido de, a médio ou a longo prazo, termos urna Revista autónoma, independente e desligada da Escola?
A esta questão, responderíamos, simultaneamente, com um SIM e um NÃO.
Com um SIM porque pensamos ser importante que a Revista REFERÊNCIA vá criando as suas estruturas organizativas próprias, o seu espaço no meio cultural e científico envolvente e a sua autonomia administrativa e financeira.
Com um Não porque pensamos e desejamos que a Revista REFERÊNCIA se mantenha, sempre, como a Revista da Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca, devido, sobretudo a um outro conceito que, considerando os de separação e individuação, medeia os de dependência e independência, designado por vinculação.
Diríamos que a vinculação é uma dependência especial, ou melhor, uma interdependência, que se mantém permanente durante o processo de relacionamento entre duas pessoas, agrupamentos ou organizações. Da mesma forma que um filho que casa e que adquire a sua plena autonomia e independência relativamente aos pais continua ligado aos mesmos por fortes laços de diversa ordem, em que a tradição, a cultura e, sobretudo, aspectos de natureza afectiva estão em jogo, entendemos que também a Revista REFERÊNCIA deverá permanecer fortemente ligada à Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca em termos de paradigma científico, enquadramento cultural e relacionamento afectivo, de modo a que estas duas organizações se revejam uma na outra.
Em termos de perspectivas futuras, cremos que, por um lado, as mesmas são favoráveis, uma vez que a Revista já se terá afirmado suficientemente e adquirido o seu espaço próprio no nosso meio cultural e científico: contudo, tal como acontece com a generalidade das outras revistas e publicações, pensamos que a mesma irá continuara confrontar-se com algumas dificuldades, sobretudo em termos de oferta de artigos e outros temas para publicação e no que concerne a assinaturas e aquisição dos números que vão sendo publicados.
Embora tenhamos consciência de que o tipo de revista que pretendemos dar a público, bem como as características de rigor e de qualidade que pretendemos manter não sejam elementos facilitadores do aplanar das dificuldades anteriormente referidas, pretendemos privilegiar a qualidade, ainda que a quantidade não corresponda ao que almejaríamos.
Aos nosso colaboradores, assinantes e leitores deixamos aqui expresso o nosso apelo a uma acção mais intensa no sentido da consecução dos nossos objectivos e da atenuação das citadas dificuldades bem como os nossos sinceros agradecimentos por, com o seu contributo, termos conseguido manter de pé esta obra que é de todos.

Aníbal Custódio dos Santos
Director da Revista Referência
Ficha técnica:  Ver ficha técnica

Secção Comunicação
Total: 1 registo(s)
A Educação em Enfermagem face aos Desafios da
Júlia Fernandes - Professora Coordenadora, Presidente do Conselho Pedagógico da Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca

Secção Artigo
Total: 7 registo(s)
A Importância do Estado Nutricional da Mulher no Período Pré-Concepcional e Gestacional - Breves Considerações
Isabel Margarida M. M. D. Mendes - Assistente da Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca
A Nau e o Porto Seguro: Trabalho Grupal com Adolescentes
José Manuel de Matos Pinto - Professor Adjunto da Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca
Enfermagem: Identidade e Representações num Contexto em Mudança - A Perspectiva de Dois Grupos de Alunos
Maria Helena Pimentel - Professora Adjunta da Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca
IESSD: Um Instrumento para a Abordagem do Sofrimento na Doença
Manuel Gonçalves Henriques Gameiro - Professor Adjunto da Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca
Opinião de Doentes e Enfermeiros acerca das Visitas aos Doentes Hospitalizados
Ermelinda Homem de Sousa e Salema de Andrade - Assistente do 2º triénio da Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca
Planeamento, Heteroavaliação e Autocospia na Formação de Educadores de Saúde
Manuel Alves Rodrigues - Professor Coordenador da Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca
Qualidade de Vida de Pessoas com Diabetes Tipo I
Conceição Fernandes da Silva Neves - Enfermeira Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica. Hospital Infante D. Pedro - Aveiro.

Secção Fichas Técnicas
Total: 2 registo(s)
Cuidados de Enfermagem ao Doente Traqueostomia
José Carlos Amado Martins - Enfermeiro Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica, em regime de requisição na Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca Amélia Filomena Oliveira Mendes Castilho - Enfermeiro Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica, em regime de requisição na Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca Isabel Maria Henriques Simões - Enfermeiro Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica, em regime de requisição na Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca
Terapêutica Intravenosa: Princípios Técnicos
Amélia Filomena de Oliveira Mendes Castilho - Enfermeira, em regime de requisição na Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca Dionísia da Costa Loreto - Enfermeira Supervisora, em regime de requisição na Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca

Secção Apontamentos... Para a história
Total: 1 registo(s)
O Vestuário do Pessoal de Enfermagem(I): Do negro ao Branco Imaculado
Nídia Salgueiro - Professora aposentada da Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca



[ Voltar ]
0